Enquanto a tempestade não vem: o caso Dred Scott e os diques e os diques rompidos de um conflito irrepresentável.

  • Guilherme Amorin Montenegro

Resumo

No presente artigo objetivamos, tendo como centro a análise do caso Dred Scott vs. Sanford, julgado pela Suprema Corte dos Estados Unidos da América em 1857, refletir acerca da relação entre escravidão e direito nesse país às vésperas do Conflito Secessional (1861 - 1865), bem como identificar as posições políticas conflitantes no que concerne à adoção da escravidão nos territórios conquistados pelo movimento expansionista em direção ao oeste, o papel das instituições do Estado na resolução desse debate, e as atitudes dos diversos agrupamentos políticos face ao exercício do poder judiciário nesse contexto de aguda polarização política e social. Utilizamos para esse fim, além de manuais e trabalhos monográficos, matérias jornalísticas do período e a própria sentença que definiu o litígio em questão.

Palavras-chave: História dos EUA; Escravidão; Dred Scott.

Edição
Seção
Artigos