A igreja católica e o socialismo: as relações da igreja com a ilha soialista de Cuba após o Concilio vaticano II.

  • Gleilson José Mota Andrade

Resumo

Na segunda metade do século XX, a Igreja Católica começa a rever suas posições políticas frente à modernidade, inclusive com relação ao socialismo, no caso da América Latina, as relações entre teólogos cristãos e militantes socialistas cubanos, ainda que não isenta de percalços, mostra que é possível à convivência do Catolicismo e o Socialismo.

Palavras-chave: Socialismo Cubano; Igreja Católica; Concílio Vaticano II; Tensões e Conflitos; Convivência.

Edição
Seção
Artigos