Arte, sociedade e luxo: Sobre o gosto e o refinamento nas cartas filosóficas de Voltaire

  • Luis F. de Salles
  • Rafael Henrique Teixeira

Resumo

RESUMO: Voltaire apresentou nas suas Cartas filosóficas diferentes temas, desde liberdade religiosa, literatura, política, até dramaturgia e ciência. As cartas apresentam-nos uma comparação entre Inglaterra e França. Neste paralelo, apresentaremos como Voltaire estava preocupado em validar um padrão elevado de gosto e refinamento. Este artigo irá revisar algumas das cartas finais que permitem demonstrar tal critério de gosto como um ponto de vista moderno sobre estes temas. Exporemos em Voltaire a eminência de uma modernidade nas questões do gosto, refinamento e, especialmente, na liberdade de desfrutar os encantos de uma vida cosmopolita repleta de entretenimento e luxo. Apresentaremos como Voltaire optou por se opor a barbárie em benefício da civilização e de certa forma, contra a religiosidade, em proveito de um hedonismo ético.

PALAVRAS-CHAVE: Voltaire; Cartas filosóficas; luxo; modernidade.

Biografia do Autor

Luis F. de Salles
Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFSCar.
Rafael Henrique Teixeira
Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFSCar.
Publicado
2011-01-01
Edição
Seção
Artigos