McTaggart e o problema da realidade do tempo

  • Rodrigo Cid

Resumo

RESUMO: É comum, até entre os leigos, a dúvida sobre a realidade do tempo. Pensamos que é possível que o tempo seja uma ilusão e que a percepção de sua passagem seja apenas percepção de outra coisa que não o tempo. Há uma série de argumentos, feitos por filósofos, tanto para defender, quanto para atacar a intuição de que o tempo é real. Um deles, e talvez o mais conhecido, é o argumento de McTaggart, que tenta estabelecer certa condição para que exista o tempo e que o tempo, pensado segundo tal condição e aplicado à realidade, nos leva a uma contradição; o que o faz concluir que o tempo não pode existir, e que, portanto, não existe. O que eu pretendo neste artigo é expor o argumento de McTaggart junto com algumas objeções originais e não originais, e tentar mostrar que, se aceitamos a abordagem de Prior do fluxo do tempo, o caráter cogente do argumento de McTaggart se perde.

PALAVRAS-CHAVE: Metafísica; Realidade do Tempo; Argumento de McTaggart.

Biografia do Autor

Rodrigo Cid
Programa de Pós-gaduação em Lógica e Metafísica da UFRJ.
Publicado
2011-01-01
Edição
Seção
Artigos