Crítica e ontologia do presente em Michel Foucault - uma chave de leitura para entender o giro subjetivo

  • João Roberto Barros Doutor em Filosofia e Doutorando em Ciências Sociais – UBA (AR)

Resumo

Objetivo principal é argumentar como a obra de Michel Foucault pode ser considerada um trabalho crítico que está na esteira do pensamento de Immanuel Kant. Com relação a este objetivo, a ênfase da análise estará sobre os textos de Foucault publicados entre a segunda metade da década de 1970 até seus últimos escritos. O trabalho investigativo estará delimitado à temática da subjetividade. Isto é, o presente estudo prioriza a questão da subjetivação com vistas à constituição de uma subjetividade autônoma.

Palavras-chave: Crítica; Ontologia do presente; Giro subjetivo; Michel Foucault
Publicado
2012-07-01
Edição
Seção
Varia