Return to Article Details Objetos não existentes: um pseudoproblema? Download Download PDF