ASSOCIAÇÃO DO CARANGUEJO Holothuriophilus tomentosus ORTMANN, 1872 (CRUSTACEA: INNOTHERIDAE) COM O PEPINO-DO-MAR Duasmodactyla seguroensis (DEICHMANN, 1930) (HOLOTHURIOIDEA: CUCUMARIIDAE)

  • Clésio Castro da Silva
  • Gilson Alexandre de Castro
Palavras-chave: pepino-do-mar, caranguejo, associação.

Resumo

O pepino-do-mar, Duasmodactyla seguroensis Ortmann, 1872 é um holoturideo que se caracteriza por viver enterrado em substratos areno-lodosos a uma profundidade média de escavação de 10 cm, mas usualmente encontra-se próxima à superfície. Apresenta um sistema digestivo longo com reto grande e largo. Holothuriophilus tomentosus é um caranguejo de pequeno porte, marinho ou estuarino. Os adultos podem ocorrer livres, principalmente os machos, ou associados a outros animais como endocomensais ou parasitos em bivalvos, ascidias, sobre equinodermos ou habitando tubos de poliquetos. O presente estudo objetivou registrar pela primeira vez no país a presença deste caranguejo no intestino do pepino do mar. H. tomentosus foi encontrado em 50% das amostras, a maioria eram fêmeas ovígeras e se encontrava no intestino, árvore respiratória e próxima ao anel calcáreo. Sabe-se que essas relações dependem muitas vezes da disponibilidade de alimento, espaço e do aumento da predação, obrigando esses caranguejos a procurarem refúgio.

Biografia do Autor

Clésio Castro da Silva
Biólogo
Gilson Alexandre de Castro
Professor, Departamento de Zoologia, ICB, Universidade Federal de Juiz de Fora
Publicado
2011-05-01
Seção
Notas Científicas