MOTILIDADE ESPERMÁTICA DO SÊMEN DO ARIACÓ, Lutjanus synagris

  • Mayra Bezerra Vettorazzi Engenheira de Pesca, Mestranda do Curso de Ciências Marinhas Tropicais do Instituto de Ciências do Mar (LABOMAR) da Universidade Federal do Ceará (UFC), Bolsista da Coordenação de perfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
  • Erivânia Gomes Teixeira Engenheira de Pesca, Doutoranda em Engenheira de Pesca, Bolsista da CAPES.
  • Rossi Lelis Muniz Souza Engenheiro de Pesca, Doutorando em Ciências Marinhas Tropicais, Bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
  • José Renato de Oliveira César Professor Adjunto do Departamento de Engenharia de Pesca (DEP) da UFC.
  • Manuel Antonio de Andrade Furtado Neto Diretor do LABOMAR/UFC e Professor Associado do DEP/UFC.
Palavras-chave: Lutjanus synagris, refrigeração de sêmen, motilidade espermática

Resumo

A motilidade espermática é pré-requisito para a determinação da qualidade e capacidade de fertilização do sêmen em peixes, e diversos parâmetros têm sido usados para avaliá-la. O mais comum é a chamada duração da motilidade, que consiste no período entre a ativação espermática e a parada total da atividade. O objetivo deste trabalho foi caracterizar o sêmen do ariacó,Lutjanus synagris , quanto ao comportamento do sêmen submetido ao resfriamento e à duração da motilidade espermática inicial. A motilidade espermática foi analisada através de dois tratamentos: TA–Gônadas àtemperatura ambiente (25ºC) e TR–Gônadas refrigeradas (4ºC). A motilidade espermática foi observada a cada vinte minutos a partir da estocagem até completar três horas. A duração da motilidade foi aferida com  cronômetro acionado juntamente com ativação das amostras frescas e o pH medido com fitas graduadas. A motilidade espermática média do sêmen resfriado foi 51,7%, enquanto que a armazenada à temperatura ambiente foi de 21,7%, sugerindo que a técnica deresfriamento prolonga a viabilidade espermática. A duração da motilidade espermática variou de 62 a 135s e foi considerada alta. O pH obtido foi 8,0.
Publicado
2010-11-01
Seção
Artigos originais