ocorrência de e. coli (epec e eiec) no sururu, mytella guayanensis lamarck, e na água do estuário do rio vaza barris (sergipe, brasil)

  • Karynne Lemos Farias Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Rita de Cássia Trindade Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Ayda Vera Alcântara Universidade Federal de Sergipe (UFS)
Palavras-chave: Escherichia coli, sururu, água, estuário, Rio Vaza-Barris

Resumo

Este trabalho se propôs a realizar a identificação da espécie Escherichia coli e a tipagem sorológica das linhagens enteropatogênicas em amostras de água e sururu provenientes do rio Vaza-Barris. A Técnica utilizada foi a da fermentação em tubos múltiplos pelo número mais provável. Para a identificação bioquímica das bactérias foi utilizado o meio Agar Chromocult (Merck) e a sorotipagem foi realizada pela técnica de aglutinação em lâmina com anti-soros Probac. No total das 13 amostras obtidas foi possível isolar e identificar sete cepas de bactérias termotolerantes, Escherichia coli (43,75%). A sorotipagem das linhagens de E.coli revelou seis sorotipos enteropatogênicos: O114 (EPEC) (04), e O124 (EIEC) (03).
Publicado
2010-11-01
Seção
Artigos originais