CARACTERIZAÇÃO DE CORRENTES NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO SISTEMA DE DISPOSIÇÃO OCEÂNICA DOS ESGOTOS SANITÁRIOS DE FORTALEZA, CEARÁ, BRASIL

  • Paulo Roberto Ferreira Gomes da Silva Pesquisador do Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará
  • Antônio Jeovah de Andrade Meireles Professor Assistente, Departamento de Geografia, Universidade Federal do Ceará
  • Eduardo Guilherme Gentil de Farias Bolsista do Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: correntes marinhas, hidrodinâmica, Sistema de Disposição Oceânica dos Esgotos Sanitários de Fortaleza - SDOES

Resumo

O presente trabalho de pesquisa faz uma análise da configuração do sistema de correntes costeiras atuante na área de influência do Sistema de Disposição Oceânica dos Esgotos Sanitários de Fortaleza – SDOES. A metodologia de levantamento das informações utilizou o equipamento Acoustic Doppler Current Profiler – ADCP visando à caracterização local da hidrodinâmica durante fluxo de maré vazante. De acordo com os resultados obtidos, observou-se que a velocidade média de fluxo foi de 0,16 m/s para todos os perfis realizados. Dentre os perfis realizados, o terceiro perfil obteve os maiores picos de velocidade para as regiões mais profundas, sendo este de 0,23 m/s, enquanto a intensidade máxima de fluxo na superfície foi de 0,35 m/s. Para os limites inferiores da faixa de variação da velocidade, o valor estimado para a superfície (0,05 m/s) foi também maior do que o valor estimado para as regiões mais profundas (0,01m/s). Os resultados obtidos para direção de fluxo apresentaram caráter bastante homogêneo em todos os perfis realizados, apresentando preponderância entre 270º a 330º.
Publicado
2010-11-01
Seção
Artigos originais