LONGITUDINAL SUSPENDED SEDIMENTS TRANSPORT IN THE JAGUARIBE RIVER ESTUARY, BRAZIL

  • Davis Pereira de Paula FUNCAP Technology Extension Bursary at Universidade Estadual do Ceará (UECE)
  • Jáder Onofre de Morais Professor Titular, Laboratório de Geologia e Geomorfologia Costeira e Oceânica, Universidade Estadual do Ceará, Bolsista PQ-CNPq
  • Lidriana de Souza Pinheiro Professor Adjunto, Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: transporte de sedimentos, estuário, Rio Jaguaribe.

Resumo

O estuário do rio Jaguaribe está inserido em uma região caracterizada por irregularidades pluviométricas, características de regiões semi-áridas. Essas intempéries climatológicas associadas aos processos geogênicos e antropogênicos, como a construção de barramentos, fazendas de camarão, desmatamento de mangues e o uso e ocupação das margens, têm provocado alterações signifi cativas nos processos de erosão, transporte e deposição. Isto leva a perdas econômicas e ambientais, representadas pelo assoreamento de canais de maré, difi cultando a navegabilidade. Assim, torna-se importante o conhecimento do mecanismo de produção de sedimentos, a fi m de contribuir com a gestão e manejo sustentável das atividades que ali se desenvolvem. O trabalho teve por objetivo analisar o transporte longitudinal de sedimentos no estuário do rio Jaguaribe com base na coleta de dados in situ dos parâmetros hidrodinâmicos, morfodinâmicos e sedimentológicos. As coletas foram realizadas em dois ciclos de maré (enchente/vazante). A análise do perfi l longitudinal mostrou uma retenção de sedimentos na foz no período de chuva. O material fi no é oriundo das cargas em suspensão do interior da bacia e da contribuição dos sedimentos argilo-arenosos da Formação Barreiras, que bordeja a margem oeste do estuário.
Publicado
2009-12-01
Seção
Artigos originais