CARTILAGINOUS FISHES (CLASS CHONDRICHTHYES) OFF CEARÁ STATE, BRAZIL, WESTERN EQUATORIAL ATLANTIC - AN UPDATE

  • Bruno Jucá Queiroz Dep. de Engenharia de Pesca, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brazil.
  • Jones Santander Neto Dep. de Engenharia de Pesca, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brazil
  • Ricardo Silveira de Medeiros Dep. de Engenharia de Pesca, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brazil
  • Francisco C. P. Nascimento Dep. de Engenharia de Pesca, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brazil
  • Manuel Antonio de Andrade Furtado Neto Dep. de Engenharia de Pesca, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brazil Instituto de Ciências do Mar (Labomar), Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brazil
  • Vicente Vieira Faria Instituto de Ciências do Mar (Labomar), Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brazil
  • Getulio Rincon Conselho Nacional de Pesca e Aqüicultura, Brasília, DF, Brazil.
Palavras-chave: tubarão, raia, quimera, novo registro, faixa de distribuição.

Resumo

Aproximadamente 1.100 espécies de Chondrichthyes (tubarões, raias e quimeras) são hoje conhecidas  mundialmente. O inventário faunístico mais recente para águas brasileiras compilou a ocorrência de 160 espécies de elasmobrânquios (tubarões e raias). Entretanto, o conhecimento pleno da riqueza de espécies de  Chondrichthyes no Brasil ainda está longe de ser alcançada porque faltam pesquisas no campo de inventários faunísticos. Isto se deve à falta de recursos para pesquisa e conservação. Os peixes cartilaginosos não recebem prioridade de financiamento de pesquisa porque geralmente não são alvo direto de pescarias. Até o presente momento, sabe-se que 50 espécies de elasmobrânquios ocorrem em águas ao largo do Estado do Ceará. O objetivo do presente estudo foi de atualizar o registro de ocorrência de peixes cartilaginosos ao largo do Ceará. Os novos registros foram obtidos durante monitoramento a bordo de pescarias industriais, bem como do monitoramento de desembarque de pescarias industriais e artesanais e um cruzeiro de pesquisas.Este esforço foi complementado com examinação de espécimens de uma coleção ictiológica local, registros de literatura e fotográficos. Os oito novos registros são:Cirrhigaleus asper, Breviraja cf. spinosa, Dipturussp., Dasyatis geijskesi ,Himantura cf. schmardae,Manta birostris, Mobula thurstoni e Hydrolagussp. Além disto, obteve-se também informação sobre a ocorrência Rhinobatos lentiginosus no Estado. Esses novos registros representam um aumento de 18% no número de registros de peixes cartilaginosos parao Estado, que agora somam 59 espécies
Publicado
2008-11-01
Seção
Artigos originais