REGISTRO DE OCORRÊNCIA DE Himantura schmardae (CHONDRICHTHYES: DASYATIDAE) NA COSTA NORTE DO BRASIL

  • Maurício Pinto de Almeida Doutorando do Programa de Pós-graduação em Zoologia, Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)
  • Patricia Charvet Almeida Colaboradora MPEG, SENAI-PR, Projeto Trygon
  • Getulio Rincon Bolsista DTI/CNPq - UNESP Rio Claro -
  • Ronaldo Barthem Pesquisador do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)
Palavras-chave: arraia-redonda, Himantura schmardae, registro de ocorrência, foz do Rio Amazonas.

Resumo

A distribuição das espécies do gênero Himanturaé conhecida para a região do Indo-Pacífico e  América Central (Oceanos Atlântico e Pacífico) em águas doces e estuarinas. Este é o primeiro registro do gênero e da espécie Himanturaschmardae na costa do Brasil. Quatro exemplares desta espécie foram capturados em diferentes pescarias com rede-de- arrasto de fundo nos meses de setembro de 1996 e abril de 1997 na foz do Rio Amazonas. Um exemplar macho imaturocom comprimento total de 128 cm e largura de disco de 54 cm encontra-se depositado na Coleção Ictiológica do Museu Paraense Emílio Goeldi (número de registro MPEG 3547). A espécieH. schmardae é conhecida pelo nome vulgar eminglês de chupare stingray e regionalmente recebe nome de arraia-redonda. O registro de ocorrência desta espécie na foz do Rio Amazonas pode ser significativo para auxiliar a esclarecer uma das hipóteses sobre a origem das raias de água doce(Potamotrygonidae).
Publicado
2008-11-01
Seção
Artigos originais