http://www.periodicos.ufc.br/contextus/issue/feed Contextus – Revista Contemporânea de Economia e Gestão 2020-08-10T00:11:10-03:00 Revista Contextus revistacontextus@ufc.br Open Journal Systems <p>Revista da Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC), da Universidade Federal do Ceará (UFC), com edições anuais e artigos publicados em fluxo contínuo, a partir de 2020, nas áreas de Economia, Administração, Ciências Contábeis e afins. Publica artigos inéditos em português, inglês e espanhol.</p> http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/42457 Fatores determinantes de sucesso: uma análise dos projetos eólicos dos leilões de energia de reserva da ANEEL 2020-03-10T00:58:01-03:00 Antonio Vinicius Silva Caldas aulasdefinancas@gmail.com Antônio Francisco de Almeida da Silva Junior afranc13@gmail.com <p>Este estudo estimou os fatores característicos de projetos de usinas eólicas bem-sucedidos, considerando exclusivamente os dados finais dos leilões de energia de reserva. Assim, foram analisados os resultados de 150 empreendimentos ganhadores dos certames ocorridos entre 2011 e 2015. Utilizou-se a ACP para identificação dos fatores que diferenciaram os projetos que se transformaram em usinas daqueles que fracassaram neste intento. Foram calculados os escores para cada projeto analisado, tendo como data de corte o mês de agosto de 2019. Dentre os projetos que tiveram maiores investimentos e se propuseram a gerar mais energia elétrica, 90,91% foram bem-sucedidos. Constatou-se ainda que os percentuais de deságios não tiveram uma relação significativa com o sucesso ou fracasso na transformação dos projetos em usinas.</p> 2020-02-27T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/42682 Influência da governança corporativa no custo da dívida de companhias abertas familiares 2020-03-28T21:12:17-03:00 André Carlos Einsweiller einsweiller@unochapeco.edu.br Geovanne Dias de Moura geomoura@unochapeco.edu.br Silvana Dalmutt Kruger silvanak@unochapeco.edu.br <p>O estudo verificou a influência da governança corporativa no custo da dívida de companhias abertas familiares. Para tal, realizou-se pesquisa descritiva, documental e quantitativa em uma amostra de companhias familiares que possuíam dados disponíveis para o período de 2012 a 2017. Para mensurar o custo da dívida, identificou-se a razão entre as despesas financeiras e o passivo oneroso. Para governança corporativa foram utilizadas: a) aderência ao novo mercado; b) possuir membros independentes no conselho de administração; c) percentual de membros independentes no conselho; d) maioria de membros independentes no conselho; e) não dualidade no cargo de CEO e de presidente do conselho. Os resultados evidenciaram que a governança corporativa não influencia uma redução no custo da dívida em empresas familiares.</p> 2020-03-28T20:54:26-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/42452 A remuneração dos executivos mitiga os accruals discricionários? Uma análise em bancos brasileiros de capital aberto 2020-04-13T14:47:36-03:00 Allison Manoel de Sousa allison.msousa@gmail.com Alex Mussoi Ribeiro alex.mussoi@ufsc.br <p>Esta pesquisa objetiva analisar a influência da remuneração dos executivos no gerenciamento de resultados nos bancos brasileiros de capital aberto. Para tanto, analisou-se 17 empresas do setor bancário que negociaram ações na B3, entre 2010 e 2018. Os dados foram analisados por meio da estatística descritiva e da análise multivariada, com uso da regressão quantílica. Os achados revelam que não houve diferença dos níveis de gerenciamento de resultados e da remuneração dos executivos ao longo dos anos, mesmo em períodos de recessão econômica (2015 e 2016). As evidências indicam que as empresas com os maiores níveis de gerenciamento de resultados são sensíveis à diminuição das práticas de manipulação dos <em>accruals</em> discricionários, quando há o aumento da remuneração dos executivos.</p> 2020-04-13T13:42:35-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/43366 Gerenciamento de tons das divulgações voluntárias nos press releases das companhias abertas brasileiras 2020-04-27T13:15:24-03:00 Paulo Vitor Souza de Souza paulosouzx@gmail.com Polyana Batista da Silva polysilva@gmail.com <p>Este artigo objetiva verificar se companhias abertas brasileiras manipulam informações qualitativas mediante gerenciamento de tons. Foram selecionadas 43 empresas pertencentes ao Ibovespa da Brasil, Bolsa e Balcão (B3), com dados trimestrais entre 2017 e 2018. Os dados referentes à tonalidade positiva foram formatados mediante classificação de palavras de Loughran e McDonald (2011), retiradas dos <em>press</em> <em>releases</em> divulgados voluntariamente pelas companhias e analisados pelo <em>software</em> Atlas.ti8. O índice foi regredido contra os <em>accruals</em> discricionários obtidos em dois modelos de gerenciamento de resultados. Os resultados apontam para relação negativa e significativa entre o gerenciamento contábil e a tonalidade positiva dos relatórios, ou seja, companhias com maior tom positivo gerenciam menos resultados. Estes achados apresentam informações relevantes por evidenciar a qualidade dos textos contidos nos relatórios das companhias.</p> 2020-04-27T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/43473 Práticas de recursos humanos influenciam o comprometimento organizacional? Evidências para o setor varejista brasileiro 2020-05-11T15:17:01-03:00 Ana Paula Moreno Pinho ana.pinho@ufc.br Clayton Robson Moreira da Silva claytonrmsilva@gmail.com Laís Vieira Castro Oliveira laisvieirac@hotmail.com Evalda Rodrigues da Silva de Oliveira evaldarsilva@gmail.com Daniel Araújo Barbosa danieldab@hotmail.com <p>Este estudo teve como objetivo investigar a influência das práticas de recursos humanos no comprometimento organizacional em suas três dimensões. A pesquisa foi realizada em uma rede de supermercados que atua no setor varejista brasileiro. Os questionários foram aplicados com funcionários do supermercado, compondo uma amostra final de 521 respostas válidas. Foram aplicadas técnicas de estatística descritiva, análise fatorial exploratória e modelagem de equações estruturais. Os resultados evidenciaram que o comprometimento afetivo é influenciado pelas condições de trabalho, e a prática de avaliação de desempenho e competências influencia o comprometimento de continuação, enquanto a prática de remuneração e recompensa afeta positivamente o comprometimento normativo. Este estudo contribui para a efetividade das práticas de recursos humanos e evidencia a consistência da aplicação do modelo tridimensional do comprometimento no Brasil.</p> 2020-05-11T11:07:33-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/43710 Negócios e direitos humanos: Trilhas para pesquisas sobre teoria e prática 2020-06-06T15:18:11-03:00 Rodolfo Ferreira Maritan rodolfomaritan@gmail.com Cíntia Rodrigues de Oliveira Medeiros cintia@ufu.br <p>O objetivo deste artigo é oferecer uma análise temática da produção científica sobre Direitos Humanos e Negócios, tendo como ponto de partida os trabalhos de maior impacto publicados no espaço temporal de 2000 a 2019, disponíveis na base de dados Web of Science (WoS). Os resultados apontam que os artigos analisados abordam três temáticas: as primeiras iniciativas e questionamentos de Direitos Humanos; a aproximação da Responsabilidade Social Corporativa dos Negócios e Direitos Humanos; e as Práticas empresariais comuns para abstenção de responsabilidades. Quanto às trilhas a serem percorridas, apontamos: a delimitação da extensão das responsabilidades corporativas; os compromissos morais, políticos e legais das corporações; alavancagem; <em>due diligence</em>; novo tratado sobre direitos humanos.</p> 2020-06-01T16:48:59-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/43566 Relação da utilidade do orçamento no empoderamento e na criatividade 2020-06-22T11:45:12-03:00 Thiago Bruno de Jesus Silva thiagobruno.silva@yahoo.com.br Carlos Eduardo Facin Lavarda eduardo.lavarda@ufsc.br <p>O estudo objetiva analisar a relação entre o nível de utilidade percebida do orçamento no empoderamento e na criatividade. Foi desenvolvida uma pesquisa exploratória, quantitativa, com dados primários provindos de questionário aplicado em 100 gestores em organizações brasileiras de tecnologia de informação. O tratamento dos dados foi realizado por Modelagem de Equações Estruturais. A utilidade percebida do orçamento fornece aos funcionários crença de que têm liberdade para efetuar escolhas, dentro de um certo limite de espaço definido, o que provê suporte e a estrutura de autonomia necessários para o empoderamento e, por sua vez, a criatividade.</p> 2020-06-15T11:08:52-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/43717 O impacto da transformação digital e da indústria 4.0 nos aspectos de valor: Evidências de uma meta-síntese 2020-06-29T11:27:24-03:00 Giovani Cruzara giovani.cruzara@outlook.com Adriana Roseli Wunsch Takahashi adrianarwt@gmail.com Emanuel Campigotto Sandri emanuel.sandri@hotmail.com Ana Paula Mussi Szabo Cherobim cherobimanapaula@gmail.com <p>Utilizamos a abordagem metassíntese para analisar estudos de caso qualitativos, onde a relação entre valor e transformação digital/indústria 4.0 é explorada. O objetivo é prover contribuições que vão além das encontradas nos estudos originais, assim apontando novos insights a partir dos achados dos estudos. Os resultados demonstram que o valor foi explorado em duas dimensões: modelos de negócios e cadeias de valor. Porém, identificamos que os estudos tendem a negligenciar pontos críticos da indústria 4.0 para explorar valor. Essa metassíntese demonstra que os estudos devem abordar um cenário mais amplo, lidando também com os aspectos da co-criação de valor e considerando aspectos do ecossistema onde as organizações estão inseridas para compreender aspectos da captura de valor. Nós concluímos provendo direções para pesquisas futuras com base na meta-análise dos estudos revisados.</p> 2020-06-29T11:14:29-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/43574 Interrupção da informalidade na cachaça artesanal: uma análise sob a ótica do trabalho institucional 2020-07-13T14:13:19-03:00 Raphael de Morais raphaelmoraisufla@gmail.com Valéria da Glória Pereira Brito vgpbrito@ufla.br Mozar José de Brito mozarbrito@gmail.com Daniel Calbino Pinheiro dcalbino@ufsj.edu.br <p>A informalidade se apresenta como um dos fatores marcantes da cachaça de alambique. No estado de Minas Gerais, maior produtor artesanal do país, os índices superavam 98% em 1980. Aportado sob a ótica do trabalho institucional, o objetivo deste artigo foi compreender como se deram as práticas dos gestores da Associação Nacional de Produtores na interrupção da informalidade. Em termos metodológicos recorreu-se a um estudo qualitativo, investigando três décadas de práticas institucionais. Constatou-se que se a desinstitucionalização logrou a redução da informalidade, os desafios não se esgotaram, uma vez que as estruturas legais ainda são um entrave para o setor. Os resultados contribuem com elementos empíricos que reforçam a disrupção, em um contexto teórico ainda pouco explorado na literatura.</p> 2020-07-13T14:12:05-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/43903 Decisão das fronteiras verticais da firma: Considerações de complementaridade 2020-08-05T20:14:28-03:00 Bianca Jupiara Fortes bifortes22@gmail.com José Paulo de Souza jpsouza@uem.br <p>Este ensaio objetivou apresentar como uma abordagem orientada por proposições de complementaridade teórica da teoria dos Custos de Transação (TCT); Custos de Mensuração (TCM) e Visão Baseada em Recursos (VBR), pode alicerçar a compreensão da adoção da estrutura de governança de integração vertical. Buscou-se, portanto, a proposta de um esquema teórico, a partir de uma abordagem qualitativa fundamentada no conceito de complementaridade. Constatou-se que a transação de ativos de alta especificidade (TCT) e de difícil mensuração (TCM) justificam a integração vertical, mas a teoria da VBR aponta que a escolha dos agentes depende também da disponibilidade de capacidades e recursos. Assim, a formulação dessa proposição teórica busca contribuir para a análise empírica das cadeias produtivas considerando aspectos organizacionais e estratégicos.</p> 2020-07-27T12:46:37-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação http://www.periodicos.ufc.br/contextus/article/view/44276 Perspectivas de controle e gestão das fundações de amparo à pesquisa com o marco legal da ciência, tecnologia e inovação 2020-08-10T00:11:10-03:00 Nilton Oliveira da Silva niltonos2@gmail.com Fátima de Sousa Freire ffreire@unb.br Antônio Nascimento Junior anjunior@unb.br <p>O estudo verificou a aderência ao novo marco legal da inovação nas fundações brasileiras de apoio à pesquisa quanto ao controle por resultados. A promulgação da lei visa simplificar processos e maximizar o sistema de inovação especialmente o controle e prestação de contas. Foram analisados artigos científicos, documentos e sítio das fundações no período de 2018 e 2019. O nível de aderência foi medido por um índice gerado a partir de uma lista de verificação de pontos. Os resultados apresentaram que, em média, as fundações têm um nível de aderência insatisfatório e que novas exigências da lei obtiveram menor aderência. Em suma, as fundações ainda não apresentaram repostas efetivas ao novo processo de gestão voltado a resultados.</p> 2020-08-10T00:08:36-03:00 Copyright (c) 2020 Revista: apenas para a 1a. publicação