O COLAPSO FINANCEIRO DOS ESTADOS NACIONAIS E A PRIVATIZAÇÃO DOS PRESÍDIOS

  • Fábio da Silva Miranda Universidade Federal do Ceará
  • Francisca Anália Albano da Silva Centro Universitário Estácio do Ceará

Resumo

Este artigo dedica-se a compreender as contradições inerentes ao modelo de transferência do agir estatal para o particular, especificamente nos presídios, fruto de uma política Neoliberal iniciada nos anos 1970. Coloca, ainda, a necessidade do debate entre o público e o privado como condição para análise da eficiência dessa política pública, principalmente levando em consideração a ineficiência crônica das prisões e a falência de sua função penalógica como mecanismo ressocializador.

Palavras-chave: Reforma do Estado. Gestão Pública. Terceirização. Cogestão e Eficiência.

Biografia do Autor

Fábio da Silva Miranda, Universidade Federal do Ceará

Mestre em Planejamento e Políticas Públicas pela Universidade Estadual do Ceará, graduado em Filosofia na
mesma Universidade e acadêmico de Direito pela Universidade Federal do Ceará.

Francisca Anália Albano da Silva, Centro Universitário Estácio do Ceará

Graduada em Administração de empresas pela Unifametro e acadêmica de Direito pela Faculdade Estácio.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
da Silva Miranda, F., & Albano da Silva, F. A. (2019). O COLAPSO FINANCEIRO DOS ESTADOS NACIONAIS E A PRIVATIZAÇÃO DOS PRESÍDIOS. Revista Dizer, 4(1), 212-234. Recuperado de http://www.periodicos.ufc.br/dizer/article/view/43189
Seção
Artigos