DISCURSOS QUE DESTOAM: RELAÇÕES DE PODER E RESISTÊNCIA NA LITERATURA FEMININA NEGRA

  • Danilo Pereira Santos Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)
  • Caio César Silva Rocha Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Resumo

Os séculos XIX e XX são interessantes momentos de evidenciação da situação da mulher na sociedade brasileira e, consequentemente, do início das reinvindicações pelas feministas por reconhecimento social e garantia de acesso a espaços até então reservados aos homens. Contudo, outras vozes engajadas nessa mesma luta sofreram e ainda sofrem o emudecimento de seus discursos, outorgados ao poder de uma sociedade preconceituosa e falocêntrica. A mulher negra, reconhecendo as relações de poder que determinam esse silenciamento, decide ela própria assenhorear-se da pena e inscrever-se na história, como sujeito capaz de pensar suas vivências e suas ações. Esse texto destina-se a investigar as relações de poder que tentam influenciar o modo como à literatura feminina de expressão negra é entendida/concebida e como as mulheres/escritoras negras têm combatido tais concepções.

Biografia do Autor

Danilo Pereira Santos, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)
Graduado em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Campus de Jequié. Professor de Língua Portuguesa com Lotação na Secretaria Municipal de Educação de Jequié-Ba. Pesquisador voluntário do grupo de pesquisa Geofilosofia ou a Potência da Terra: a Terceira Margem do Pensamento, coordenado pela professora Dr. Zamara Araújo. Membro do Grupo de Debatedores da UESB: Diálogos e Duelos por uma Universidade Livre.
Caio César Silva Rocha, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)
Graduando em Licenciatura em Teatro pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB),Campus Jequié. Pesquisador voluntário no GAP-Motus – Grupo de Ações Performativas Motus, coordenado pelo professor Msc. Aroldo Fernandes e o Grupo Geofilosofia ou a Potência da Terra: a Terceira Margem do Pensamento, coordenado pela professora Dr. Zamara Araújo. Bolsista PIBID/CAPES pelo Subprojeto Saberes Docentes na EJA: Tempos de Vida, de Teatro e de Literatura, coordenado pela professora Msc. Carla Meira Pires de Carvalho. Coordenador do Grupo de ExtensãoGrupo de Debatedores da UESB: Diálogos e Duelos por uma Universidade Livre. Pesquisador voluntário IC (iniciação à pesquisa) orientado pela professora Dr. Zamara Araújo.
Publicado
2014-09-01
Seção
Dossiê