ANISTIAS INCONSCIENTES: AS NARRATIVAS CÍCLICAS DE ONDE ANDARÁ DULCE VEIGA? (1990) E BENJAMIM

  • Juliane Vargas Welter Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

O presente artigo busca discutir a presença da ditadura civil-militar brasileira na literatura nacional contemporânea. Para tanto, parte da comparação de dois romances: Onde andará Dulce Veiga? (1990), de Caio Fernando Abreu e Benjamin (1995), de Chico Buarque. Através da comparação entre as duas obras procura-se investigar categorias como memória, esquecimento e trauma que são elaboradas nessas narrativas e compor hipóteses que justificam a presença do período repressivo no campo literário nos tempos atuais.

Biografia do Autor

Juliane Vargas Welter, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutoranda em Literatura Brasileira na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
Publicado
2014-09-01
Seção
Dossiê