Literatura e correspondência em Italo Calvino

  • Maria Elisa Rodrigues Moreira Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Bruna Fontes Ferraz Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)

Resumo

Este artigo propõem uma reflexão sobre a escrita epistolar do escritor italiano Italo Calvino, destacando algumas das cartas por ele escritas com o objetivo de melhor compreender seu processo de produção artística. Para tanto, buscamos identificar, por meio de suas “grafias de vida”, aspectos que nos permitam um olhar crítico sobre a obra que ultrapasse o próprio texto publicado pelo autor. Nesse sentido, ao percorrermos as cartas de Calvino, encontramos nelas refletidos seus anseios e dúvidas, além de reflexões tecidas durante a gênese de algumas obras: é o caso de Marcovaldo e As cidades invisíveis, que optamos por aqui destacar, analisando as cartas que a elas se referem na terceira seção deste texto. O epistolário de Calvino mostrou-se, portanto, um espaço profícuo de discussão e interação não apenas com amigos, em âmbito privado, mas também com críticos e escritores, demonstrando como a correspondência permitia ao autor refletir sobre seu próprio fazer literário.

Biografia do Autor

Maria Elisa Rodrigues Moreira, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
Doutora em Literatura Comparada e Mestre em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de MInas Gerais. Professora do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem da Universidade Federal de Mato Grosso.
Bruna Fontes Ferraz, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)
Licenciada em Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Ouro Preto, Mestre em Estudos Literários - Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Minas Gerais e doutora em Teoria da Literatura e Literatura Comparada pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da UFMG.

Referências

BARANELLI, L. (Org.). Italo Calvino. Lettere. 1940-1985. Milano: Mondadori, 2000.

BONURA, G. Invito alla lettura di Italo Calvino. Milano: Mursia, 1987.

CALVINO, I. Por que ler os clássicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1993a.

CALVINO, I. O cavaleiro inexistente. São Paulo: Companhia das Letras, 1993b.

CALVINO, I. Marcovaldo ou As estações na cidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1994a.

CALVINO, I. Os amores difíceis. São Paulo: Companhia das Letras, 1994b.

CALVINO, I. Seis propostas para o próximo milênio. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

CALVINO, I. Sul tradurre. In: BARENGUI, M. (Org.). Italo Calvino. Saggi. 1945-1985. Milano: Mondadori, 2001a. v. 2. p. 1776-1786.

CALVINO, I. Tradurre è il vero modo di leggere um testo. In: BARENGUI, M. (Org.). Italo Calvino. Saggi. 1945-1985. Milano: Mondadori, 2001b. v. 2. p. 1825-1831.

CALVINO, I. Eremita em Paris. In: CALVINO, I. Eremita em Paris: páginas autobiográficas. São Paulo: Companhia das Letras, 2006. p. 182-190.

CALVINO, I. Italiano, uma língua entre as outras línguas. In: CALVINO, I. Assunto encerrado: discursos sobre literatura e sociedade. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p. 140-147.

CALVINO, I. Sono nato in America... Interviste 1951-1985. Milano: Mondadori, 2012.

CALVINO, I. Mundo escrito e mundo não escrito. Artigos, conferências e entrevistas. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Kafka: por uma literatura menor. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

FALCETTO, B. Note e notizie sui testi. Se una notte d’inverno un viaggiatore. In: CALVINO, I. Romanzi e racconti. Milano: Arnoldo Mondadori, 2004. v. 2. p. 1381-1401.

LEJEUNE, P. O pacto autobiográfico: de Rousseau à internet. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2008.

MORAES, M. A. de. Epistolografia e crítica genética. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 59, n.1, p. 30-32, jan./mar. 2007.

MOREIRA, M. E. R. Questões de tradução em Jorge Luis Borges e Italo Calvino. Alea, Rio de Janeiro, v. 11, n. 2, p. 249-263, jul./dez.2009.

MOYSÉS, T. M. Lettere e I libri degli altri: lições de literatura na biografia intelectual de Italo Calvino. Tese (doutorado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2010.

RIBATTI, D. Italo Calvino e l’Einaudi. Bari: Stilo Editrice, 2009.

SANTIAGO, S. Suas cartas, nossas cartas. In: SANTIAGO, S. Ora (direis) puxar conversa! Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2006. p. 59-95.

SOUZA, E. M. de. A biografia, um bem de arquivo. Alea, Rio de Janeiro, v. 10, n. 11, p. 121-129, jan./jun. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/alea/v10n1/v10n1a09.pdf. Acesso em 15 nov. 2009.

VASCONCELLOS, E. Intimidade das confidências. Teresa Revista de Literatura Brasileira, São Paulo, n. 8/9, p. 372-389, 2008.

Publicado
2019-07-30