Visões e interseções: uma proposta de leitura da Poesia Concreta

Resumo

Este artigo tem por objetivo estabelecer a possibilidade de uma análise crítica acerca da Poesia Concreta como fenômeno inovador que recupera a proposta inicial do Modernismo brasileiro, sobretudo no que diz respeito ao legado original contido na poesia de Oswald de Andrade. Desse modo, há que se refletir acerca do esgotamento referente aos desdobramentos da atividade modernista, uma vez que a poesia brasileira do pós-guerra atinge um grau de conservadorismo a que se opõe a radicalidade da Poesia Concreta como expressão da espacialidade do poema que contraria a ideia do verso tradicional. Em vista dessa posição, sua trajetória encontra a oposição do grupo reunido em torno da Revista Violão de Rua, que recorre apenas aos recursos de retórica de uma poesia politizada que despreza as formas inovadoras da vanguarda artística. Por outro lado, a incorporação da poesia pela cultura de massa resulta na proposta do Tropicalismo, que traz para os meios de comunicação um projeto estético com o qual a Poesia Concreta se afina. Disso resulta um dos movimentos de maior poder inovador que possa ter existido durante o século XX, envolvendo a música popular e a criação literária de vanguarda no Brasil.

Biografia do Autor

Valdemar Valente Junior, Universidade Castelo Branco e Faculdade Paraíso.
Doutor em Ciência da Literatura pela UFRJ. Pós-Doutor em Literatura Brasileira pela UERJ. Professor Assistente da Universidade Castelo Branco e da Faculdade Paraíso.

Referências

AGUILAR, Gonzalo. Poesia concreta brasileira: as vanguardas na encruzilhada modernista. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005.

CAMPOS, Augusto de. Um dia, um dado, um dedo. In: Verso, reverso, controverso. São Paulo: Perspectiva, 1978.

FRANCHETTI, Paulo. Alguns aspectos da poesia concreta. Campinas: Unicamp, 2014.

MENE.ZES, Philadelpho. Roteiro de leitura: poesia concreta e visual. São Paulo: Ática, 1998.

PIGNATARI, Décio. Contracomunicação. Cotia: Ateliê Editorial, 2004.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. Concretismo: consequências e perspectivas da poesia brasileira. In: Suplemento Literário de Minas Gerais. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, v. 2, n. 42, p. 2, jun. 1967.

SIMON, Iumna Maria; DANTAS, Vinicius de Ávila (Orgs). Poesia concreta: Literatura Comentada. São Paulo: Abril Educação, 1982.

VELOSO, Caetano. Verdade tropical. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

Publicado
2019-10-28
Seção
Estudos Literários