A plasticidade do Real lacaniano em contos de Clarice Lispector

  • Diego Luiz Miiller Fascina Universidade Estadual de Maringá - UEM Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
  • Naara Wesovoski Lima

Resumo

Considerando que, progressivamente, o materialismo lacaniano tem excedido as fronteiras da filosofia política, abrangendo os Estudos Culturais e a literatura, objetivamos, neste trabalho, analisar os contos Amor, O búfalo e A imitação da rosa presentes na obra Laços de família (1960), de Clarice Lispector (1920-1977), à luz dessa teoria, de modo que aproximaremos a fábula dos textos a encontros com o Real lacaniano, distinguindo as três dimensões desta instância, a citar: Real real, Real simbólico e Real imaginário.

Biografia do Autor

Diego Luiz Miiller Fascina, Universidade Estadual de Maringá - UEM Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR

Graduação em Letras (2006-2010) - UEM

Especialização em Letras com ênfase em História da Arte ( 2010-2011) - FAFIMAN

Mestrado em Letras (Estudos Literários) (2011-2013) - UEM

Doutorado em Letras (Estudos Literários) (2014-2018) - UEM

Pós-Doutorado em Ciências da Linguagem (2018-2019) - UNISUL

Docente do Unicesumar - Centro Universitário de Maringá.

Atuação: Literatura brasileira e portuguesa, Teoria e crítica literária, teoria do romance, Clarice Lispector, Cazuza, materialismo lacaniano de Zizek, literatura e psicanálise lacaniana, literatura e outras linguagens (cinema e música), construção de identidades, formação sociocultural e ética.

Naara Wesovoski Lima
Especialista em Estudos Literários pela Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR (Campus Campo Mourão)

Referências

FASCINA, Diego Miiller; SILVA, Marisa Corrêa. Labirinto sem fim: relações sociais e familiares em Feliz aniversário e em Os laços de família, de Clarice Lispector. Revista Profanações. Universidade do Contestado. Jul/dez, 2015.

LISPECTOR, Clarice. Laços de família. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

NUNES, Benedito. O drama da linguagem: uma leitura de Clarice Lispector. São Paulo: Ática, 1995.

SÁ, Olga de. A escritura de Clarice Lispector. Rio de Janeiro: Vozes, 1978.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. Análise estrutural de romances brasileiros. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1973.

ŽIŽEK, Slavoj; DALY, Glyn. Arriscar o impossível: Conversas com Žižek. Tradução de Vera Ribeiro. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

ŽIŽEK, Slavoj. Bem-vindo ao deserto do Real!: cinco ensaios sobre o 11 de Setembro e datas relacionadas. Tradução: Paulo Cezar Castanheira. São Paulo: Boitempo Editorial, 2003.

______. Como ler Lacan. Tradução: Maria Luzia X. de A. Borges. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

Publicado
2020-06-03
Seção
Estudos Literários