A desagregação da personagem e o espaço narrativo em Entre rinhas de cachorros e porcos abatidos e O trabalho sujo dos outros, de Ana Paula Maia

  • Pâmela Teles Universidade Feevale
  • Marinês Andrea Kunz Universidade Feevale

Resumo

Recente produção literária brasileira tem se caracterizado pela abordagem do tema da violência urbana partindo do olhar e do enfoque de espaços periféricos, violentos, menos favorecidos e, sempre que possível, excluídos e menosprezados pela articulação dos mecanismos sociais. Busca, assim, realçar, de modo maximizado, situações cotidianas violentas que usualmente não recebem tanto enfoque no universo literário, a fim de discutir questões importantes sobre a construção social do país e a organização político-ideológica. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo analisar as obras Entre rinhas de cachorros e porcos abatidos e De gados e homens, da autoria de Ana Paula Maia, quanto à violência apresentada na história e as reflexões possíveis acerca da sociedade brasileira. Por trazerem à discussão o tema da violência e da consequente desumanização das personagens que vivem à margem da urbe, percebe-se o impacto das obras e a possibilidade de refletir sobre o processo histórico e a importância da literatura em tais debates.

Biografia do Autor

Pâmela Teles, Universidade Feevale
Estudante do Curso de Letras - Português e Inglês da Universidade Feevale. Bolsista de Iniciação Científica com foco em Literatura Brasileira Contemporânea.
Marinês Andrea Kunz, Universidade Feevale
Doutora em Letras (PUCRS), Mestre em Ciências da Comunicação (UNISINOS) e Licenciada em Letras Português/Alemão (UNISINOS). Coordenadora do PPG em Processos e Manifestações Culturais, pesquisadora e Professora também no Mestrado Profissional em Letras e no Curso de Letras da Universidade Feevale.

Referências

BARBERENA, Ricardo Araújo. A hipercontemporaneidade ensanguentada em Ana Paula Maia. Revista Letras de Hoje, Porto Alegre, RS v. 51, n. 4, p. 458-465, out.-dez. 2016.

COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria. Literatura e senso comum. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

GINZBURG, Jaime. Crítica em tempos de violência. São Paulo: Editora EDUSP, 2017.

MAIA, Ana Paula. Entre rinhas de cachorros e porcos abatidos. Rio de Janeiro: Editora Record, 2009.

MAIA, Ana Paula. Carvão animal. Rio de Janeiro: Editora Record, 2011.

MAIA, Ana Paula. De gados e homens. Rio de Janeiro: Editora Record, 2013.

SCHOLLHAMMER, Karl Erik. Ficção brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2009.

SOUZA, Jessé. A ralé brasileira. Quem é e como vive. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

SOUZA, Jessé. A elite do atraso. Da escravidão à Lava-jato. Rio de Janeiro: Leya, 2017.

SOUZA, Lícia Soares de. O realismo pós-metafísico. Uma sociedade de exclusão no cinema e na literatura brasileiros. Feira de Santa: UEFS Editora, 2013.

Publicado
2020-11-03
Seção
Estudos Literários