ETMFA: A APRENDIZAGEM COOPERATIVA E O PLANEJAMENTO DE AULA

  • Talia da Silva Souza
  • Arneide Andrade AvendaÑo

Resumo

Este trabalho tem por objetivo a realização de uma discussão acerca do planejamento de aula na metodologia da Aprendizagem Cooperativa, focando-se na técnica ETMFA, que é uma estratégia de ensino. A sigla ETMFA significa as etapas da técnica, onde o E, significa, Exposição inicial, o T-Tarefa individual, o M-meta coletiva, o F-Fechamento e o A-Avaliação Individual. Esta técnica é adotada na escola EEEP Alan Pinho Tabosa, no interior do Ceará, como um modelo de transição entre a metodologia tradicional e a cooperativa. Desta forma, entende-se que o planejamento é essencial para que o processo de ensino-aprendizagem ocorra, de modo a lograr êxito. Assim, com o uso do método cooperativo para promover a educação, entende-se que a aprendizagem pode ser maximizada a partir da utilização de pequenos grupos, como é apontado pelos irmãos Johnson’s, grandes estudiosos e referências na área da educação. No entanto, compreende-se que, para que se obtenha sucesso em tal aplicação, é preciso que se tenham cinco elementos básicos como base para o desenvolvimento da cooperação no ambiente escolar: responsabilidade individual, habilidades sociais, interdependência social positiva, interação promotora e processamento de grupo. Desta maneira, poder-se-ia depreender que não se elimina o planejar na metodologia cooperativa, visto sua fundamentação e organização, sendo necessário, então, um planejamento distinto do método de ensino tradicional. Para tanto, faz-se preciso o uso de estratégias, como a ETMFA, que se constitui em um modo de organização de aula pautada em cinco etapas básicas e que incentivam a aplicação dos cinco elementos da aprendizagem cooperativa. Tais etapas são: exposição inicial, tarefa individual, meta coletiva, fechamento e avaliação individual.
Publicado
2019-01-14
Seção
X Encontro de Aprendizagem Cooperativa