ANÁLISE DOS DIÁRIOS DE CAMPO PRODUZIDOS DURANTE A DISCIPLINA DIÁLOGOS INTERCULTURAIS: TEORIA E PRÁTICA

  • Eliandro Antonio do Nascimento
  • Marília Albuquerque de Sousa
  • Rita Helena Sousa Ferreira Gomes

Resumo

"Diálogos interculturais: teoria e prática" foi uma disciplina ministrada na Universidade Federal do Ceará - campus Sobral e na Universidade Simon Fraser - Canadá, como parte da pesquisa "comunicação e colaboração artística para uma cidadania global", liderada pelas professoras Rita Gomes - UFC/Brasil e Susan O'Neill - SFU/Canadá. Durante a disciplina, as turmas tiveram quatro encontros por videoconferência, sendo que, os estudantes foram divididos em grupos de mais ou menos seis membros com integrantes dos dois países, com o objetivo de produzir um trabalho que foi apresentado no quarto encontro. Em cada um desses encontros os estudantes de ambas as universidades também tiveram como atividade fazer um diário de campo sobre a aula. Os diários foram inicialmente analisados a partir de 12 categorias sendo elas: Comunicação; colaboração; criatividade; engajamento; intercultural; tecnologia, processo de pensamento; admirações, reflexões; dando significado; intencionalidade; resolução de problemas; outros. Sendo assim, o objetivo do presente trabalho é analisar os diários de campo dos estudantes brasileiros da pesquisa supracitada a partir das 12 categorias escolhidas pelas pesquisadoras e implementadas nos diários. Como resultados tivemos que dos 80 diários analisados as categorias mais frequentes foram: intercultural, com 150 aparições, resultando numa média de 1,875 por diário; comunicação com 132 aparições, sendo a média de 1,65 aparições por diário; e tecnologia com 89 aparições e média de 1,1125 aparições por diário.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Iniciação Científica – PRPPG