CARACTERIZAÇÃO DE CARBONOS HIDROTÉRMICOS OBTIDOS A PARTIR DA FOLHA DO CAJUEIRO

  • Rosana Maria Alves Saboya
  • Rafael Benvindo de Holanda, Wesley Rodrigues de Sousa, Maria Darly Teles Fernandes
  • Jose Valdenir da Silveira

Resumo

O processo de caracterização permite, entre outras coisas, a seleção adequada de um material ou de um conjunto de parâmetros reacionais baseado no desempenho de um sistema em estudo. A carbonização hidrotérmica da porção folha da serapilheira do cajueiro é uma interessante abordagem para conversão deste resíduos de biomassa em produtos úteis. Desta forma, é imprescindível o uso das técnicas de caracterização para saber quais ligações químicas estão sendo mantidas e quais ligações estão sendo formadas para diferentes parâmetros reacionais, já que o intuito é obter ligações que ofereçam condições melhoradas para a conversão do resíduo em produtos sólido de interesse. Neste trabalho discutimos os resultados de análises de carbonos hidrotérmicos obtidos a partir da folha do cajueiro. Para isso foram usados diversas técnicas de caracterização, como espectroscopia de infravermelho, difração de raios X, microscopia eletrônica de varredura, análises termogravimétricas e análises elementares. Os efeitos dos parâmetros reacionais no rendimento e propriedades dos produtos sólidos foram avaliadas. Análises de infravermelho mostraram a presença de uma variedade de grupos funcionais, como −OH, −NH, C=O, C–H, C−N, CH3 e CH2, entre outros, nos produtos sólidos obtidos. Por difração por raios-X observou-se que os produtos sólidos têm baixa ordenação estrutural, como carbono amorfo. As imagens MEV indicam que a morfologia dos carbonos hidrotérmicos são similares ao pó da folha para temperaturas moderadas (< 220> 220 ºC). As análises termogravimétricas indicaram o teor de carbono no material formado e as análises elementares permitiram identificar a composição química do material. A correlação entre os diferentes resultados das análises permitiu identificar o grau de carbonização dos produtos obtidos e determinar os parâmetros críticos da reação de carbonização hidrotérmica estudada.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Iniciação Científica – PRPPG