ESTUDO BIBLIOMÉTRICO UTILIZANDO OS DESCRITORES: ‘MÚSICA’, ‘AUTISMO’ E ‘PSICANÁLISE’ NUM PERÍODO DE 20 ANOS [1999-2019]

  • Yan Victor Sampaio do Nascimento
  • Maria de Fátima do Nascimento Rodrigues
  • Luis Achilles Rodrigues Furtado

Resumo

A bibliometria é um campo de pesquisa cuja investigação é pautada a partir de técnicas estatísticas e quantitativas, com objetivo de mapear os índices de produção e relacionar os dados encontrados. O presente trabalho faz uma análise bibliométrica a partir do descritores “Autismo”, “Psicanálise”, “Música” no período de 20 anos, integra uma pesquisa maior a partir da temática O autismo, as ressonâncias da linguagem e a clínica psicanalítica, que tem apoio financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP). A metodologia usada foi a pesquisa das produções científicas, publicadas em periódicos online, nas plataformas de pesquisa: Scielo, CAPES, PEPSIC, BVS, UFRJ, UERJ. A análise foi realizada a partir da leitura dos títulos, resumos e palavras-chaves dos artigos encontrados. Foi utilizado como critério de inclusão pesquisas relacionadas a Psicanálise, publicadas entre 1999 e 2019. Utilizando os descritores “Autismo” e “Música” foram encontrados o total de 34 artigos, dos quais 16 têm relação com a psicanálise, entretanto, devido a repetição dos periódicos entre as plataformas de pesquisa, foram relevantes para o trabalho apenas 8. Encontramos artigos a partir de 2009, e segue os anos de publicações, 2010, 2012, 2016, 2017,2018, 2019. O ano de 2017 foi o que teve o maior índice de produção sobre o tema. A partir do dados encontrados podemos concluir que são escassos as produções científicas que relacionam o autismo e música através de um viés psicanalítico.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Iniciação Científica – PRPPG