DETECÇÃO DE ANEMIA EM OVINOS ATRAVÉS DE IMAGENS

  • Antonio Márcio Albuquerque Almeida
  • NULL
  • Ialis Cavalcante de Paula Junior

Resumo

Na ovinocultura, os animais podem sofrer com doenças, isso pode acarretar em uma perda na produtividade. Pode-se citar doenças parasitóides que leva o animal ao estado anêmico. Para detecção dessa anemia pode-se fazer uso do método do cartão FAMACHA. Com isso constatando a doença no animal mais rapidamente e de forma mais eficiente, pois o produtor não iria aplicar o medicamento em todos os animais, apenas nos doentes. Esse método manual utilizando cartão FAMACHA, é uma técnica aplicada para mucosa do olho de ovinos, se configura em cinco graus de coloração, ilustrados em um cartão, direcionando a vermifugação dos animais. Os graus 1 e 2 são de animais com coloração bem vermelha, ou seja, praticamente sem traços de anemia. No grau 3, já é indicada a vermifugação. Nos graus 4 e 5, a vermifugação é imprescindível, pois a mucosa apresenta palidez intensa. Mesmo assim ainda é possível que ocorram falhas, que são atribuídas a diversos fatores, como luminosidade, estresse do animal no momento da análise da mucosa, além de erro humano ao comparar a mucosa do animal ao cartão. O método mais preciso é o teste em laboratório chamado hematócrito, onde a percentagem de volume ocupada pelos glóbulos vermelhos ou hemácias no volume total de sangue, porém demanda tempo e custo para o produtor. Os sistemas computacionais atuais facilitam na análise de doenças através de sistema de imagens e reconhecimento de padrões, então para esse problema é interessante a construção de uma metodologia que utilize técnicas de processamento de imagens, inteligência computacional, também a estrutura do método FAMACHA, que é a classificação da coloração da mucosa, e a precisão do hematócrito. Para o desenvolvimento desse sistema computacional pode-se explorar duas áreas: Processamento de imagem e Reconhecimento de Padrões.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação – PRPPG