ESTUDO DA ATIVIDADE ANTIDEPRESSIVA DO CARVACROL EM MODELO DE DEPRESSÃO INDUZIDA PELA COSTICOSTERONA EM CAMUNDONGOS

  • Lysrayane Kerullen David Barroso
  • Mateus Aragão Esmeraldo, Miguel Costa Rodrigues Junior, Isaac Carioca de Oliveira, Lissiana Magna Vasconcelos Aguiar
  • Carla Thiciane Vasconcelos de Melo

Resumo

A depressão é considerada um transtorno de etiologia multifatorial, uma vez que possui aspectos genéticos, neuroquímicos e sociais. A busca por novos compostos com potencial efeito antidepressivo tem sido constante e nesse sentido, as plantas medicinais surgem como fontes dessas moléculas. Dentre essas substâncias pode ser referido o carvacrol (CVC), um monoterpeno que compõe óleos essenciais de determinadas plantas aromáticas como o orégano e o alecrim-pimenta, que apresenta atividade antioxidante, antiateroscleróticos e hepatoprotetores em diversos modelos experimentais. O presente estudo busca investigar o efeito do carvacrol em modelo de depressão animal induzida por corticosterona. Serão utilizados camundongos Swiss machos (20-25g), sob protocolo n° 08/17 aprovados pelo Comitê de Ética no Uso de Animais da Universidade Federal do Ceará/campus Sobral. Os animais receberão corticosterona 20 mg/kg ou salina, via subcutânea por 22 dias, onde a partir do 14º dia os animais também serão tratados com CVC 6,25 e 12,5 mg/kg, fluvoxamina 50 mg/kg ou veículo, via oral. Os testes comportamentais realizados durante o protocolo serão do nado forçado (TNF), da suspensão da cauda (TSC), do campo aberto (TCA) e do labirinto em cruz elevado (TLCE). Ao final dos testes, os animais serão eutanasiados e as áreas cerebrais do hipocampo, córtex pré-frontal e corpo estriado serão retiradas afim de se avaliar os parâmetros de estresse oxidativo, concentrações de malondialdeido (MDA), nitrito e glutationa reduzida (GSH) e análise de fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF). Os resultados serão analisados por One-way ANOVA seguido pelo teste de Studant-Newman-Keuls como teste post hoc, onde p < 0,05 será considerado significante. Com isso, o projeto poderá corroborar a ação antidepressiva do carvacrol visualizada em estudos anteriores em modelos preditivos, assim como direcionar os possíveis mecanismos de ação contribuindo para solidificar a ação farmacológica da substância.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação – PRPPG