ESTRATÉGIA DA APRECIAÇÃO NA AULA DE MÚSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO SUBPROJETO RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA MÚSICA UFC SOBRAL

  • José Almir de Carvalho Martins
  • José Lucas de Sousa, Rute Silveira de Melo, Nacélio Portela da Silva
  • João Emanoel Ancelmo Benvenuto

Resumo

O presente resumo tem como intuito apresentar as influências em torno da experiência de apreciação musical no processo de musicalização dos alunos da escola municipal de Tempo Integral Maria José Ferreira Gomes, a qual é realizada pelos bolsistas vinculados ao subprojeto Residência Pedagógica Música UFC Sobral. O objetivo da pesquisa é relatar o momento da apreciação musical como uma ferramenta atrativa e intermediadora do ensino prático e teórico no contexto de sala de aula, estimulando a participação e o interesse dos alunos para uma melhor assimilação dos conteúdos de Música. A abordagem metodológica utilizada tem como recurso a apreciação de diversos gêneros musicais (Rock, Sertanejo, Repente, Forró, Funk, Pop, Rap e Hip Hop), com o suporte de equipamentos de áudio e vídeo, retratando elementos culturais e históricos de cada gênero apresentado, atrelado a atividades de produção, criação e reflexão musical pelos alunos, no intuito de desenvolver aspectos teóricos e práticos musicais. Cada gênero trabalhado tem como proposta enriquecer o repertório dos alunos acerca dos estilos musicais, bem como quebrar preconceitos que são constituídos a partir de suas vivências individuais. Além disso, durante as experiências de apreciação são destacados diversos aspectos que caracterizam cada estilo musical (performance, instrumentação, figurino, curiosidades). Por fim, constata-se que essa abordagem pedagógica nas aulas de música, de forma discursiva e reflexiva, possibilita a criticidade dos alunos para que estes não escutem a música de forma aleatória, mas que estejam atentos aos aspectos culturais, históricos e sociais em torno de cada gênero trabalhado.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Iniciação à Docência – PROGRAD