RELAÇÃO ENTRE DISFUNÇÃO RENAL E TEMPO DE INTERNAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA POR INSUFICIÊNCIA CARDÍACA DESCOMPENSADA

  • Breno Cotrim Reis
  • Pedro Henrique Marciel Castro
  • Vicente Lopes Monte Neto

Resumo

Fundamento: A insuficiência cardíaca (IC) consiste-se em uma síndrome clínica de acometimento multisistêmico, culminando com aumento de internações em regime hospitalar e redução da qualidade e expectativa de vida. Objetivos: Avaliar a linearidade entre o grau de disfunção renal e aumento no período de internação em unidade de terapia intensiva (UTI) em pacientes admitidos por descompensação de quadro de IC crônica. Métodos: Foram analisados um total de 160 pacientes, para os quais foi calculado o ritmo de filtração glomerular estimado (RFG-e) por meio da fórmula de Cockroft-Gault e posteriormente rotulados em 5 estágios em conformidade com os valores obtidos (Estágios 1 a 5). Por subsequente foi feito o acompanhamento do tempo total de permanência em UTI. A comparação entre as variáveis categóricas, foi realizada pelo teste de x² de Pearson, enquanto que para a comparação das médias entre grupos utilizou-se o teste t de Student. O cálculo de significância estatística foi feito com base no programa Epi Info 7.1.5. Considerou-se nível de significância de p<0> 90ml/min (estágio 1), permaneceram, em média, 4,1 dias em UTI (p&lt;0,01); enquanto que a permanência média de internação nos estágios 2 (RFG-e 60-89ml/min) e 3 (RFG-e 30-59ml/min), foi de 4,75 (p&lt;0,01) e 4,86 dias (p&lt;0,01), respectivamente. Nos casos com função renal extremamente comprometida (RFG-e &lt;30ml/min), evidenciada nos estágios 4 e 5, as respectivas médias de permanência foram de 5,85 (p&lt;0,01) e 5,89 dias (p&lt;0,01). 71,29% dos pacientes em estágios 4 e 5 passavam mais de 4 dias internados, enquanto que 50,4% dos casos com RFG-e ≥30ml/min (estágios 1,2 e 3) apresentaram internação superior a 4 dias. Conclusão: Em decorrência dos resultados apresentados, infere-se que a disfunção renal é um fator determinante para o tempo de internação em UTI, sendo este proporcional à piora da função dos rins.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Iniciação à Docência – PROGRAD