TEORIA DA CARGA COGNITIVA APLICADA À MONITORIA DE PRINCÍPIOS DE FARMACOLOGIA

  • Débora Fontenele Alves
  • Lissiana Magna Vasconcelos Aguiar, Carla Thiciane Vasconcelos de Melo, Vanessa Tavares Aragão, Italo Ivo de Carvalho Araújo
  • Patrícia Bezerra Gomes

Resumo

INTRODUÇÃO. A diversidade dos mecanismos de ação, classes e efeitos adversos fazem da Farmacologia um dos desafios iniciais do estudante de Medicina. Proposta pelo psicólogo educacional John Sweller (2003), a Teoria da Carga Cognitiva postula que quando a carga intrínseca, inerente ao conteúdo, for elevada, os materiais didáticos concebidos devem reduzir a carga estranha gerada pela forma como a informação é apresentada. OBJETIVOS. Avaliar a utilidade de um material complementar personalizado, incluindo a Teoria da Carga Cognitiva, durante a monitoria de Farmacologia Básica. MÉTODO. Trata-se de um estudo seccional, analítico, composto por uma amostra de 60 alunos, do 1º e 2º semestres, da Faculdade de Medicina da UFC, Sobral-CE. Formulou-se uma apostila contendo, capítulo do livro, resumos, mapa mental, questões e folhetos com informações chaves, através da plataforma Microsoft Word®. Após os encontros, os acadêmicos foram questionados sobre: Abordagem do Monitor; O uso de mapas mentais e questões; Utilidade da apostila formulada; Síntese do conteúdo nos folhetos. Os resultados foram analisados utilizando-se o software Microsoft Excel® RESULTADOS. Com relação à abordagem do monitor, 68% optaram pelo uso de materiais complementares. 81% acharam útil o uso de mapas mentais, questões e resumos. Todos os 60 discentes confirmaram que os folhetos foram úteis. A satisfação final foi 97%. DISCUSSÃO. Sweller (2003) sugere que os tutores devem limitar a carga cognitiva através da concepção de materiais objetivos. Assim, a apostila disponibilizada foi formulada para facilitar o acesso ao arsenal bibliográfico necessário para o estudo dos conteúdos abordados durante esta monitoria. CONCLUSÃO. A utilização da apostila como material bibliográfico complementar foi aprovada pelos acadêmicos, cumprindo seu papel de propiciar um estudo mais direcionado.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Iniciação à Docência – PROGRAD