LABORATÓRIO DE ESTUDO DAS DESIGUALDADES E DIVERSIDADES (LAEDDES): NOVOS RUMOS, MESMO LEMA “CONHECIMENTO É CIDADANIA ATIVA” - RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Erica de Paula Sousa
  • NULL
  • Francisca Denise Silva do Nascimento

Resumo

Este trabalho consiste em um relato de experiência, enquanto bolsista de iniciação acadêmica no projeto de extensão LAEDDES, no ano de 2019. O projeto tem como objetivo levar para os alunos das escolas públicas de ensino médio conhecimentos que os permitam exercer de forma ativa sua cidadania, tendo como foco os conhecimentos referentes a Universidade Pública. A tentativa é de mostrar que, embora a universidade não seja o único caminho possível, esta é uma das opções das quais eles podem escolher seguir; tendo em vista que em muitas das vezes a universidade não chega para eles nem mesmo como opção. A extensão assumiu novos rumos no semestre 2019.2, no que toca o formato das ações que são realizados nas escolas, as ações tradicionais se davam em apenas um momento onde era feito a apresentação do projeto, o diálogo nos grupos e o informativo dos cursos das universidades e instituições afins. Sentimos a necessidade de criar um vínculo mais duradouro com a escola, e para isso implementamos um novo modelo de ação tendo como primeira escola a Dr. João Ribeiro Ramos, introduzimos como primeiro momento a aplicação dos mapas afetivos, e dividimos as etapas da ação tradicional em três dias, para que pudéssemos ter tempo de nos aprofundar em cada uma. As ações foram registradas em diários de campo. Não poderia deixar de relatar o referencial teórico que embasou nossas ações desse ano, os quais eram trabalhados quinzenalmente no grupo de estudo, são eles: “Mulheres, Raça e Classe” de Angela Davis; “O Manisfesto Comunista” de Karl Marx e “O Quarto do Despejo” de Carolina Maria de Jesus. A partir dessas leituras pudemos nos posicionar de maneira crítica diante dos fenômenos da pobreza e das desigualdades, temas que tem norteado a práxis no Laboratório desde sua construção. A guisa de considerações finais gostaria de pontuar a importância do papel sociopolítico da Psicologia frente as desigualdades e a potência que a participação no LAEDDES tem na afirmação desse papel.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Iniciação Acadêmica – PRAE