A PRÁTICA DE EXTENSÃO APLICADA EM CAMPANHAS INTERATIVAS NA POPULAÇÃO PEDIÁTRICA

  • Letícia Benevides Cavalcante Soares
  • Natasha Nogueira Prado, Anna Luísa Ramalho Johannesson
  • Renata Freitas Lemos de Oliveira

Resumo

Sabe-se que a realização de campanhas consiste em uma forma de levar o conhecimento à população, a partir de variados temas. A partir desse princípio, aplica-se, o esclarecimento de informações sobre imunização para a população, levando a atuação prática de projetos de ensino, na parte de extensão. Nesse intuito, deseja-se avaliar o conhecimento prévio da população, além de promover maior conscientização sobre vacinação. Visto isso, aplica-se a metologia ativa de interação, através de um jogo de tabuleiro infantil e conversação com os familiares das mesmas, como também, aplicou-se um questionário avaliativo. Observou-se que a maioria dos entrevistados acredita não ser necessário abandonar a vacinação, por medo de efeitos colaterais. Além disso, que deve vacinar mesmo se em atraso, como também, que não há relação entre a intensidade dos efeitos colaterais e a sua eficácia. Um ponto importante é acreditarem que se deve vacinar contra doenças já erradicadas. Ademais, em relação às consequências da não vacinação, mais da metade crê que pode-se desenvolver paralisia, meningite, quadro de tuberculose e pneumonia graves. Sobre as contra indicações, alergia a vacina e alergia ao ovo foram as mais prevalentes. Em relação à BCG, 50% respondeu que as crianças devem ser revacinadas quando não apresentarem a marca em 6 meses. Sobre a HPV, a maioria respondeu corretamente os itens sobre público-alvo, idade preconizada e necessidade da segunda dose. Sobre a campanha, 93% dos entrevistados apoiaram o formato aplicado. Portanto, é fundamental atentar-se a efetividade dessas práticas, que, quando realizadas por meio de atividades interativas, observa-se maior entusiasmo em participar da experiência. Com o interesse, gera-se o acesso ao conhecimento. Com isso, entende-se às necessidades da população e seus entraves durante a busca por acesso à saúde, tornando sua aplicação direcionada e eficaz, se identificada as falhas.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX