ANÁLISE DO MAPP NO PLANEJAMENTO INTERPROFISSIONAL EM SAÚDE COM A PRÁTICA COLABORATIVA NA ESF, PELO PET

  • Mihatovit Teixeira Monteiro
  • Jacques Antonio Cavalcante Maciel, Francisca Emanuelle Sales Eugênio, Jamile Maria Sampaio Tabosa
  • Camilla Araujo Lopes Vieira

Resumo

O PET-Saúde/Interprofissionalidade tem como metodologia promover a integração ensino-serviço-comunidade com foco no desenvolvimento do SUS, desenvolvendo ações nos campos da ESF a partir da territorialização. O presente estudo tem como objetivo avaliar a eficácia e aplicação do MAPP - Método Altadir de Planejamento Popular, como uma alternativa sistemática a ser utilizada no planejamento de intervenções do PET-Saúde na ESF. O MAPP, é uma metodologia para planejar atividades com base nos problemas comuns de pequenos espaços, como uma UBS. A estratégia reflete todos os momentos de uma intervenção, desde o problema até a solução do mesmo, de forma minuciosa, através dos momentos Explicativo, Normativo, Estratégico e Tático-operacional. Foi realizada uma busca de dados utilizando os descritores MAPP e ESF nas plataformas Scielo, PubMed e Google acadêmico, resultando em um total de 10 estudos, de onde foram excluídos, através da leitura do título e resumo, revisões literárias e outros estudos que não atendiam ao objetivo da pesquisa. Obtendo-se ao final, 05 artigos. A partir da análise teórica, estudos e pesquisas do MAPP, verificou-se que ele viabiliza discussões coletivas de problemáticas e possíveis soluções para elas, por meio da organização de um plano de ação, favorecendo a corresponsabilização dos envolvidos, tornando-os atores ativos desse processo. Aatua também como transformador, proporcionando a resolutividade dos problemas locais. Por esse objetivo se concretiza seu potencial educativo dialógico ao possibilitar que a prática seja reconhecida, pensada, repensada e recriada. Diante do exposto, faz-se necessário o planejamento em saúde, pensando numa estratégia que possibilite a prática colaborativa, dialógica, transformadora e resolutiva. Identificou-se que o MAPP é um método aplicável ao PET, de fácil utilização, democrático e que exige a corresponsabilização, pelo fato de permitir a participação de todos os envolvidos.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX