AVALIAÇÃO DE MÉTODOS DIAGNÓSTICOS E INVESTIGAÇÃO COMPLEMENTAR DA DOENÇA CELÍACA DE UM GRUPO DE ACOMETIDOS DA REGIÃO NORTE DO CEARÁ

  • Fernanda Fanttini
  • Miguel Souza Teófilo Neto, Tatielle Maria Gonçalves Nascimento, Newton Bezerra de Oliveira, Alana Ponte Correia
  • Artur Guimarães Filho

Resumo

Introdução: A doença celíaca (DC) é uma afecção crônica autoimune que gera atrofia das vilosidades do intestino delgado. Acomete indivíduos geneticamente predispostos que se expõem ao glúten, proteína presente no trigo, centeio e cevada. Para o diagnóstico definitivo, é imprescindível realizar uma endoscopia digestiva alta (EDA) com biópsia de intestino delgado. No entanto, para triar indivíduos que serão submetidos a esse exame, utiliza-se os testes sorológicos, que também são úteis para para o seguimento do celíaco. Os principais testes utilizados são o anticorpo antigliadina IgA e IgG, o anticorpo antiendomísio e o anticorpo antitransglutaminase (TTG). Objetivos: Identificar a estratégia diagnóstica e os métodos de investigação complementar empregados em um grupo de pacientes celíaco no norte do Ceará. Métodos: Estudo qualitativo, descritivo, com aplicação de um formulário online autopreenchido por um grupo de celíacos do interior do Ceará. 29 pessoas responderam às questões, com perguntas acerca da realização de exames sorológicos e da biópsia de intestino delgado (ID). Resultados: Dos entrevistados, 93,1% era do sexo feminino e 72.24% possuía ensino superior completo. Em relação à sorologia, 24,13% não realizaram nenhuma sorologia; 34,48% fizeram quatro tipos de sorologia, 27,5% realizaram a anti-gliadina IgA, IgG e anti-transglutaminase e 13,8% fizeram outras combinações das sorologias. Quanto à EDA, 93,1% fizeram o exame. Conclusão: Para casos suspeitos de DC deve-se solicitar, simultaneamente, a dosagem TTG e da imunoglobulina A. O teste antiendomísio não compõe a rotina devido ao custo. No entanto, 34,48% dos entrevistados fez essa sorologia. Do mesmo modo, 24,13% não passou por exames sorológicos de triagem e foi submetido diretamente à biópsia. Assim, os resultados sugerem a necessidade de padronizar os métodos diagnósticos da DC, visando um aumento de acurácia na investigação sem, no entanto, gerar desgastes financeiros e emocionais desnecessários.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX