CAMPANHA DE SAÚDE PÚBLICA NO MERCADO MUNICIPAL DE SOBRAL

  • Vanessa de Oliveira Lopes
  • Ulysses Fontenele Alexandrino, Tiago Sampaio dos Reis, Isaac Carioca de Oliveira, José Samuel Araújo Vasconcelos
  • Geison Vasconcelos Lira

Resumo

Introdução: O modo de vida da população está relacionado à qualidade da sua saúde, pois um mau estilo de vida, como o sedentarismo e os maus hábitos alimentares, aumentam os riscos para o aparecimento de diversas doenças, principalmente das cardiovasculares. Nesse sentido, as campanhas de saúde são uma importante ferramenta para conscientizar e para promover uma melhoria nas condições de saúde e na qualidade de vida da população. Objetivos: Avaliar as condições de saúde dos entrevistados, conforme seu estilo de vida, com enfoque na prática de exercícios físicos; Compreender a mudança de hábitos como forma de melhorar as condições de saúde individuais. Metodologia: Foi realizado um estudo seccional, no qual os dados foram coletados em 04/04/19, durante a manhã, pela aplicação de um questionário a 24 indivíduos que transitavam e trabalhavam no Mercado Municipal de Sobral. Resultados: Na amostra coletada, 56% dos entrevistados classificaram seus estados de saúde como bons, nos quais 72% não apresentam alguma doença crônica, porém o restante possui tal condição, como hipertensão e asma. Outrossim, 44% de tal amostragem afirma que sua condição de saúde se manteve relativamente constante nos últimos 12 meses e 28% desses indivíduos classificaram como razoável as suas condições físicas, não praticando, em 28% dos casos, alguma atividade física devido, principalmente, à falta de motivação, sendo que, em 36% dos casos, houve um relato sobre a manutenção na prática de algum exercício físico nos últimos 12 meses. Conclusão: Assim, ainda há um elevado número de indivíduos que não consideram seu estado geral de saúde satisfatório, havendo ainda uma baixa adesão à prática de exercícios físicos. Logo, necessita-se, em futuras campanhas, aumentar o número de indivíduos entrevistados, dando maior confiabilidade aos resultados analisados, além de investigar qual o porquê da população ter baixa adesão à prática de exercício físico, assim como o seu acesso ao sistema de saúde.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX