GRUPO DE ESTUDO E PRÁTICAS CLÍNICAS EM ENDODONTIA (GEPCE)

  • Paulo Henrique da Cunha Sobrinho
  • Alrieta Henrique Teixeira, Bruno Carvalho de Vasconcelos
  • Bruno Carvalho de Sousa

Resumo

O projeto de extensão “Grupo de Estudo e Práticas Clínicas em Endodontia” (GEPCE), que funciona na clínica odontológica do curso de odontologia da Universidade Federal do Ceará - campus sobral, oferta tratamentos endodônticos de diversos níveis de complexidade para a população da macrorregião de Sobral em dentes permanentes humanos. Os tratamentos de canal vão variar sua complexidade de acordo com o tipo de dente tratado e as possíveis intercorrências relacionadas ao elemento em questão. Por isso, são tratamentos que exigem consultas mais prolongadas e, muitas vezes, retornos para sua conclusão. A alta demanda dessa modalidade de tratamento e a pouca oferta dos tratamentos fazem com que o GEPCE se torne um recurso importantíssimo para a população. O GEPCE contempla o atendimento desta demanda reprimida e colabora com o enfrentamento deste problema de saúde pública. Com isso, os alunos do sexto ao décimo semestre podem aprimorar o conhecimento técnico e prático que desenvolvem no curso, aperfeiçoando suas práticas clínicas sob supervisão de um professor. No ano de 2019 já foram ofertados 22 tratamentos endodônticos, dentre eles, procedimentos mais usuais, como bio e necropulpectomia, ou tratamentos mais complexos como retratamentos e fechamento de perfurações dentárias. Paralelamente, atividades científicas propostas a estes alunos, como pesquisas de artigos científicos, discussões de casos clínicos, apresentações de seminários e preparação de material didático e científico que permitem a participação dos alunos em jornadas, congressos e elaboração de artigos científicos. Assim, a tríade ensino, pesquisa e extensão são trabalhadas e os alunos têm a oportunidade de participar de um projeto que contemple estes três pilares que fundamentam a educação em nível superior.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX