PALHAÇOTERAPIA E HUMANIZAÇÃO EM SAÚDE: COMO O PROJETO RISO IMPACTA A FORMAÇÃO DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS ATRAVÉS DA ARTE

  • Rebeca Paiva Bezerra
  • NULL
  • Eva Dias Cristino

Resumo

A prática da palhaçoterapia consiste numa intervenção artística em meio hospitalar que assume, como principal objetivo, amenizar os impactos causados pelo processo do tratamento das enfermidades, além de firmar a proposta de uma atuação que funcione como um meio auxiliar nos cuidados com o paciente em estado de hospitalização. É através desta perspectiva que o Projeto Riso, atividade de extensão vinculada aos cursos de Medicina, Odontologia e Psicologia da Universidade Federal do Ceará, campus Sobral, se compromete na execução de um trabalho voltado para a atenuação dos efeitos da internação médica. O projeto atualmente efetiva suas ações nos principais hospitais da cidade de Sobral, promovendo uma série de atividades lúdicas que facilitam uma relação entre o enfermo e o doutor palhaço, permitindo, dessa maneira, a experiência de um vínculo único com o paciente. O Projeto Riso atualmente conta com a participação ativa de 22 membros que baseiam seus futuros profissionais no processo de humanização que a extensão proporciona através da arte, onde estes passam por uma série de treinamentos antes de atuarem diretamente nas instituições hospitalares, simplificando, desse modo, a vinculação de trocas de afeto e preparando os estudantes para lidarem com situações difíceis que possam surgir no ambiente hospitalar. Tendo isto como base, é viável compreender que o processo de humanização profissional pode ser percebido como um aspecto que se consolida de modo mais eficaz quando trabalhado desde o período da graduação, e é neste ponto que o projeto investe nas práticas e vivências humanizadas aos estudantes, permitindo tanto o contato interprofissional dos cursos da área da saúde da instituição, como trabalhando na promoção de um vínculo precoce entre o futuro profissional e o paciente de um modo alternativo, onde o "doutor palhaço" consolida uma ligação com a pessoa enferma valorizando sua autonomia, com foco no humano que ela representa e não na enfermidade que a acomete.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX