PET SAÚDE-INTERPROFISSIONALIDADE: UMA ANÁLISE TEÓRICO-PRÁTICA A PARTIR DAS VIVÊNCIAS DOS MONITORES NOS CENÁRIOS DE PRÁTICAS

  • Carla Ribeiro de Sousa
  • Ana Auriane Marques Xavier, Francisca Emanuelle Sales Eugênio, Jacques Antonio Cavalcante Maciel
  • Camilla Araujo Lopes Vieira

Resumo

O PET-Saúde Interprofissionalidade 2019/2021, estratégia do Ministério da Saúde e Educação, tem o objetivo de promover e qualificar a integração ensino-serviço-comunidade, a partir dos elementos metodológicos e teóricos da Educação Interprofissional (EIP) e das Práticas Colaborativas em Saúde. Diante da premissa “Aprender juntos para trabalhar juntos”, este trabalho tem a pretensão de apresentar as primeiras contribuições que a EIP tem reverberado na formação dos monitores acadêmicos e nos cenários de práticas dos profissionais da Saúde. No plano metodológico, trata-se de uma análise teórico-prática a partir das visitas dos componentes do Eixo “Ensino-Serviço-Comunidade” aos territórios da cidade de Sobral – CE e discussões dos profissionais da saúde, estudantes e professores da Universidade Federal do Ceará – UFC e Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA, representados pelas categorias Psicologia, Medicina, Odontologia, Enfermagem e Educação Física. As contribuições visualizadas até o momento certificam a importância da EIP no cenário acadêmico e nos Centros de Saúde da Família (CSFs), pois solicita aos envolvidos o protagonismo, de modo que os estudantes atuem para além das discussões em sala de aula, indo aos territórios e, os profissionais da saúde alinhem suas práticas para a compreensão da integralidade do cuidado e das demandas das famílias, de modo a fornecer uma atenção à saúde de qualidade e desconfigurar a fragmentação das práticas em saúde, fortalecendo a relevância e a potencialidade do trabalho em equipe, a minimização dos custos em saúde, gerando ações efetivas e priorizando o protagonismo dos usuários.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX