PROJETO SORRISO POSITIVO NA FORMAÇÃO ÉTICA DE PROFISSIONAIS NO ATENDIMENTO DE PACIENTES HIV SOROPOSITIVOS

  • Thalys Gustavo Oliveira Martins
  • Antonio Romilson Pires Rodrigues, Alexandre Pontes de Mesquita, Maryane Breckenfeld Silva Diniz
  • Francisco Cesar Barroso Barbosa

Resumo

A infecção pelo HIV continua sendo um grande problema de saúde pública mundial. A implementação de novas terapias dão a essas pessoas uma maior expectativa e qualidade de vida. Esses indivíduos eventualmente encontrar-se-ão na cadeira odontológica, exigindo formação técnica e ética do cirurgião-dentista. O objetivo deste trabalho é demonstrar a importância do Projeto Sorriso Positivo como ferramenta pedagógica na formação ética de cirurgiões-dentistas no atendimento de pacientes com necessidades especiais, com ênfase nos pacientes infectados pelo vírus HIV (PHIV). O projeto desenvolve sua prática clínica semanalmente nas terças-feiras à noite, dia de maior demanda na Casa de Apoio Madre Anna Rosa Gattorno, única casa de hospedagem temporária de PHIV do interior do estado. Os atendimentos obedecem livre demanda, seguindo-se após triagem e coleta de dados que são realizadas na referida casa de apoio. Os atendimentos envolvem desde urgência, como cirurgias e acessos endodônticos, até tratamentos de periodontia e dentística restauradora. Além da prática clínica, os estudantes do projeto realizam apresentação e discussão de artigos relacionados ao atendimento odontológico e condições de saúde dos PHIV e fazem visitas ao Hospital Regional Norte (HRN) para coleta de dados em pacientes com Aids. A adesão dos pacientes é elevada, os estudantes aprimoram seus conhecimentos sobre biossegurança, atendimento ao paciente com necessidades especiais, lesões orais comuns ao PHIV e estabelecem segurança clínica para exercício ético da profissão sem preconceitos ou discriminação. Portanto, os resultados têm demonstrado que a segurança do exercício da atividade clínica do cirurgião-dentista, está intimamente ligada ao seu conhecimento teórico e contato com a prática, assim, fica claro a necessidade e importância dessas atividades extensionistas como proposta de educação teórico-prática, estabelecendo uma postura ética dos estudantes e futuros profissionais diante da infecção por HIV.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX