PÓS-MENOPAUSA COMO FATOR PREDITOR DO AUMENTO DE INCIDÊNCIA RELATIVA DE INSUFICIÊNCIA CARDÍACA EM MULHERES

  • Breno Cotrim Reis
  • Wylston de Moraes Caldas Filho
  • Leandro Cordeiro Portela

Resumo

Fundamento: O climatério compreende o período de transição entre os ciclos reprodutivo e não-reprodutivo da mulher. Sua ocorrência se dá geralmente entre os 48 e 50 anos de idade, e está relacionada ao aumento na incidência de algumas condições, como Doença Arterial Coronariana (DAC). Objetivos: Avaliar o impacto do pós-menopausa na incidência de IC em pacientes de sexo feminino quando comparada proporcionalmente à incidência em sexo masculino na mesma faixa etária. Paciente ou Material: Estudo transversal, com 541 pacientes admitidos em hospital cardiológico por descompensação aguda de IC. Métodos: Para evitar a interferência de fatores externos sobre as variáveis estudadas, foram removidos, da amostragem total, portadores de DAC, diabetes melito ou outra doença sistêmica (197). Após essa primeira etapa de exclusão, os pacientes foram estratificados conforme idade, utilizando como ponto de corte a faixa etária média de ocorrência de menopausa como 48 a 50 anos. Devido a grande variabilidade interpessoal desse estágio fisiológico, foi acrescida à faixa etária pré-determinada 3 anos para mais e para menos como margem de segurança (45 a 53 anos). O grupo correspondente à idade situada nessa faixa (22) foi eliminado do estudo. Para comparar médias entre grupos, foi utilizado o teste t de Student. O cálculo de significância estatística foi feito no programa Epi Info, utilizando nível de significância de p <0,05. Resultados: Dos 322 pacientes remanescentes, 68 apresentavam idade inferior a 45 anos, sendo 49 (72,06%) masculinos e 19 (27,94%) femininos (Proporção homem/mulher 2,58:1). Dos 254 pacientes com idade superior a 53 anos, 148 (58,27%) foram homens, enquanto que 106 (41,73%), mulheres (Proporção homem/mulher 1,40:1). Valor de p < 0,02. Conclusão. Na amostra analisada constatou-se que, após o período de menopausa, há um aumento significativo da incidência de IC em mulheres, quando comparadas com o sexo masculino.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX