ACOLHIMENTO COMO ESTRATÉGIA DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INFANTIL NO IPREDE

  • Ana Beatriz Araújo Universidade Federal do Ceará - UFC
  • Rita Maria Cavalcante Brasil
Palavras-chave: Acolhimento. Desenvolvimento infantil. Vulnerabilidade social. Famílias.

Resumo

A Infância, período de extrema importância para o desenvolvimento saudável do ser humano, pode sofrer interferências de fatores ambientais no desenvolvimento das funções biológicas, psicológicas e sociais.  Um ambiente saudável, protetor e estimulante forma o extrato essencial para que a criança cresça e desenvolva, de forma plena, o seu potencial genético. O objetivo deste trabalho é relatar a experiência do acolhimento das famílias acompanhadas no IPREDE - Instituto da Primeira Infância, como estratégia de promoção do desenvolvimento. O IPREDE é uma ONG que há mais de vinte anos atende crianças com desnutrição, oriundas de um contexto de extrema vulnerabilidade social. A nova proposta de acolher configura-se numa escuta ampliada por parte de todos os profissionais da instituição; no uso de atividades pedagógicas com predomínio da ludicidade, do brincar e de outras experiências culturais. Concluímos que o acolhimento pode ser uma forma de trabalhar o desenvolvimento, oferecendo oportunidades pouco vivenciadas por famílias em condições sociais desfavoráveis.

Biografia do Autor

Ana Beatriz Araújo, Universidade Federal do Ceará - UFC
Graduada em Serviço Social pela Faculdades Cearenses(FAC). Fortaleza-ce.
Publicado
2016-10-11
Seção
Artigos Originais