VALORES E EDUCAÇÃO POPULAR NA ASSESSORIA JURÍDICA UNIVERSITÁRIA POPULAR

  • André Aghasi Vasconcelos
  • Marina Brasil Gradvohl Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: EDUCAÇÃO POPULAR, ASSESSORIA JURÍDICA UNIVERSITÁRIA, DIREITO À MORADIA

Resumo

A educação popular é elemento indissociável da prática da AJUP, pois inverte a concepção padrão de produção de conhecimentos e possibilita uma coletividade que constrói conhecimentos dialeticamente. O CAJU, Centro de Assessoria Jurídica Universitária Popular, é um projeto de extensão que tem essa prática como fundamental a sua atuação. Assim, a educação popular como prática de AJUP objetiva disseminar o saber jurídico e facilitar o intercâmbio de conhecimentos entre os sujeitos. Guiados por Paulo Freire, com trabalho de base e caráter pedagógico das AJUPs, valores de coletividade são estimulados para desconstruir a atual estrutura social, buscando fomentar outra aberta à construção coletiva, ao mesmo tempo em que muito se aprende com os agentes das comunidades e suas vivências. Desse modo, foi possível alcançar resultados importantes tanto para os integrantes do Centro como para nossos parceiros, já que os espaços trabalhados foram produtivos e contribuíram para a vontade de luta geral.


Biografia do Autor

André Aghasi Vasconcelos
Graduando em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Voluntário da ação extensionista Centro de Assessoria Jurídica Universitária Popular - CAJU.
Marina Brasil Gradvohl, Universidade Federal do Ceará
Graduanda em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Bolsista da ação extensionista Centro de Assessoria Jurídica Universitária Popular - CAJU.
Publicado
2017-06-30
Seção
Artigos Originais