DOCÊNCIA E EXTENSÃO: PROJETO “CAMINHOS DO SABER EM SECRETARIADO EXECUTIVO”

  • Romana Fátima Rodrigues de Sousa Universidade Federal do Ceará
  • Conceição de Maria Pinheiro Barros UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
  • José Cardoso Agostinho Filho Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: , Formação. Extensão Universitária. Sala de aula. Secretariado Executivo.

Resumo

A extensão possibilita a troca de valores e integração entre a comunidade interna e externa, de modo que ambas sejam beneficiadas no processo de ensino- aprendizagem e possibilita qualidade na formação acadêmica.  Este trabalho tem como objetivo relatar a experiência de ensino desenvolvida por estudantes de Secretariado Executivo no projeto de extensão “Caminhos do saber em Secretariado Executivo”, promovendo aulas sobre a área secretarial para a comunidade externa em parceria com a Faculdade Integrada da Grande Fortaleza, no âmbito do programa de extensão Núcleo de Estudos e Pesquisas em Secretariado Executivo da Universidade Federal do Ceará. Metodologicamente, recorreu-se à pesquisa qualitativa e descritiva por meio da técnica de narrativa escrita, com a participação de quatro voluntários. Inferiu-se que a participação dos discentes nesse projeto oportunizou a relação teoria e prática acerca de temas relacionados à sua formação, bem como acerca da docência como área de atuação.

Biografia do Autor

Romana Fátima Rodrigues de Sousa, Universidade Federal do Ceará

Acadêmica do Curso de Secretariado Executivo da Universidade Federal do Ceará.

Voluntária do Programa de Estensão Núcelo de Estudos e Pesquisas em Secretariado Executivo.

Conceição de Maria Pinheiro Barros, UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
Doutorado em Educação, pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Mestrado em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior, pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Bacharel em Secretariado Executivo pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Especialização em Comércio Exterior, pelo Centro Universitário Estácio do Ceará. Professora Adjunta da Universidade Federal do Ceará (UFC). Coordenadora do Curso de Secretariado Executivo da UFC. Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Secretariado Executivo (NEPES) da Universidade Federal do Ceará (UFC). Desenvolve pesquisas científicas, atuando principalmente nos seguintes temas: Desenvolvimento e formação docente, Educação em Secretariado, Responsabilidade Social Universitária, Gestão Secretarial.
José Cardoso Agostinho Filho, Universidade Federal do Ceará

Acadêmico do Curso de Secretariado Executivo da UFC.

Referências

BARBOSA, E. F.; MOURA, D. G. Metodologias ativas de aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica. B. Tec. Senac, Rio de Janeiro, v. 39, n.2, p.48-67, maio/ago. 2013. Disponível em: < http://www.bts.senac.br/index.php/bts/article/view/349>. Acesso em: 26 Ago. 2017

BUSSOLOTTI, J. M.; OLIVEIRA, M. R.; PIRES, R. G.; VEIGA, S. A. A importância das atividades complementares no processo de aprendizado: percepção dos alunos de cursos de educação a distância da universidade de Taubaté. Universidade de Taubaté. Taubaté/ SP. Abril/2016.

CASTRO, P. A. P. P.; TUCUNDUVA, C.C. ;ARNS, E. A importância do planejamento das aulas para organização do trabalho do professor em sua prática docente. Athena. Revista Científica de Educação, v. 10, n. 10, jan./jun. 2008. Disponível em:< http://nead.uesc.br/arquivos/Fisica/instrumentacao/artigo.pdf>. Acesso em: 25. Ago. 2017

CRUZ, J. M. O. Processo de ensino-aprendizagem na sociedade da informação. Educ. Soc., Campinas, vol. 29, n. 105, p. 1023-1042, set./dez. 2008. Disponível em <http://www.cedes.unicamp.br> . Acesso em : 01 set. 2017

Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras –FORPROEX. Política Nacional de Extensão Universitária. Manaus - AM. Maio/ 2012.

GERHARDT, T. E. ; SILVEIRA, D. T. Métodos de pesquisa. Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. - 4. ed. - São Paulo:

Atlas, 2002.

KERSTING, R. M. A escola, o professor e o afeto no processo de ensino e aprendizagem. 2013. 33p. Monografia. (Licenciatura em Letras – língua Portuguesa)- Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

MORAES, Roque. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

MOURA, O. ;SAMPAIO, A. M.; MORETTI, E. D.; PANOSSIAN, V.; RIBEIRO, M. L.; RIBEIRO, F. D., Atividade orientadora de ensino: unidade entre ensino e aprendizagem. Revista Diálogo Educacional 2010, vol. 10, núm. 29, jan-abril, 2010, p. 205-229

Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Paraná, Brasil

NEZELLO, F. ; SOLL, J. ; ZANON, S. O papel da Universidade na sociedade do conhecimento. Núcleo de Estudos de Ciências & Tecnologias & Sociedades (Nesco). 2008. Disponível em:< http://www.necso.ufrj.br/esocite2008/trabalhos/35603.doc> Acesso em: 10 set. 2017.

OLIVEIRA, V.S., SILVA, R.F., Ser bacharel e professor: dilemas na formação de docentes para a educação profissional e ensino superior. vol. 2, 2012, p. 193-205. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Natal, Brasil. Disponível em:<http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=481549265017>. Acesso em: 27 set. 2017

SAHAGOFF, A. P. Pesquisa narrativa: uma metodologia para compreender a experiência humana. In: XI Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis. Porto Alegre, RS. 2015.

SILVA, M. S.; VASCONCELOS, S. D. Extensão Universitária e Formação Profissional: avaliação da experiência das Ciências Biológicas na Universidade Federal de Pernambuco. Estudos em Avaliação Educacional, v. 17, n. 33, jan./abr. 2006. Disponível em: .Acesso em: 08 set. 2017.

Publicado
2017-12-26