DIÁLOGOS ENTRE RÁDIO E POESIA

  • Alan Castro Albuquerque Universidade Federal do Ceará
  • Henrique Sérgio Beltrão de Castro Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Rádio. Poesia. Interdisciplinar.

Resumo

A poesia vem incorporando-­se a diferentes suportes e mídias sem perder sua expressividade artística. Nesse contexto, o presente artigo tem como objetivo refletir sobre a relação entre rádio e poesia no correr da própria história do nosso rádio nacional. O artigo está dividido em introdução, um estudo histórico do rádio nacional, materiais e métodos, seguido pela discussão sobre rádio e intermidialidades, reflexão sobre a poesia presente no programa Sem Fronteiras: Plural pela Paz e conclusão. Através de leituras de teóricos das áreas da Comunicação e das Artes como também pela observação participativa do processo de produção do Sem Fronteiras: Plural pela Paz, o estudo destaca a poesia no rádio e reflete sobre a intermidialidade da mesma no contexto radiofônico. Os resultados mostraram que a poesia está presente no rádio já há muito tempo e que a experimentação, tanto tecnológica como vocal, propiciaram avanços no uso da expressão poética na radiodifusão.

Biografia do Autor

Alan Castro Albuquerque, Universidade Federal do Ceará
Graduando do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Federal do Ceará. Bolsista dos projetos Sem Fronteiras: Plural pela Paz e Todos os Sentidos.
Henrique Sérgio Beltrão de Castro, Universidade Federal do Ceará
Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará, com doutorado sanduíche na Université de Nantes, França. Professor adjunto do Departamento de Letras Estrangeiras da UFC,professor permanente do Programa de Pós­Graduação em Educação da UFC e do Mestrado Acadêmico em Artes ­ PROFARTES da UFC. Orientador e coordenador dos projetos Sem Fronteiras: Plural pela Paz e Todos os Sentidos.
Publicado
2015-12-30
Seção
Artigos Originais