Implantação do projeto de extensão em Promoção da Saúde (PROSA)

  • Guilherme da Silva Pessoa Universidade Federal do Ceará

Resumo

Introdução: O envelhecimento populacional é um fenômeno progressivo e mundial. Em termos de saúde, o aumento do número de idosos em uma população se traduz em um maior número de problemas de longa duração, que com frequência dependem de intervenções custosas envolvendo tecnologia complexa, para um cuidado adequado. A promoção da saúde tem se mostrado efetiva na redução das complicações decorrentes de agravos crônicos e prevenção de doenças. Objetivo: Descrever o processo de implantação do PROSA junto a populações vulneráveis na cidade de Fortaleza-CE. Metodologia: Estudo pragmático da implementação de um projeto de extensão, durante o período de outubro de 2010 a junho de 2011. Resultados: Foram envolvidas 22 pessoas (2 docentes, 2 fisioterapeutas, 18 alunos). A implantação consistiu em: 1. Mapeamento das instituições de longa permanência de idosos (ILPI) na cidade de Fortaleza/CE e elaboração de diagnóstico situacional das necessidades de saúde dos idosos abrigados; 2. Capacitação dos envolvidos; 3. Divulgação das ações através de ferramentas de tecnologias da informação; 4. Elaboração e implementação de ações promotoras da saúde junto ao público-alvo; 5. Produção de pesquisa científica. Conclusão: O envelhecimento, principalmente com dependência, é um desafio a ser incorporado pela Fisioterapia na Saúde Pública. A inclusão de ações extensionistas que estimulem a construção participativa do conhecimento durante a formação do Fisioterapeuta é fundamental para que os alunos possam perceber e incorporar as ações educativas promotoras da saúde como um elemento importante na atenção à saúde dos indivíduos e das coletividades.
Publicado
2013-06-17
Seção
Relatos de Experiências Extensionistas