Caracterização hidrogeológica da aluvião do Rio Banabuiu, Morada Nova, Ceará, Brasil

  • Sônia Maria Silva Vasconcelos
  • Vinicius Feijó Cordeiro
  • Cid Gonçalves Monteiro Filho
  • Itabaraci Nazareno Cavalcante

Resumo

A área do aqüífero aluvial objeto deste trabalho é de 83,6 km². O objetivo é caracterizar física e hidrogeologicamente este reservatório, através do traçado de isolinhas dos seus parâmetros hidrodinâmicos usando procedimentos geoestatísticos. A caracterização da aluvião foi efetuada a partir de dados obtidos nos poços tubulares presentes na área. A área esta inserida em uma região de clima quente e semi-árido com precipitação média anual de 728 mm e temperatura média de 27,5oC. A principal economia da área está baseada na agricultura irrigada do arroz e do feijão. A geologia da região é relativamente simples com o predomínio das rochas do embasamento cristalino que são cobertas pelos depósitos aluviais, sendo estes últimos o objeto principal deste estudo. Esta aluvião desempenha fundamental importância sócio-econômica para a região, tanto pela qualidade dos seus solos, como também pelas suas potencialidades aqüíferas. A atualização do cadastro totalizou 478 poços distribuídos ao longo da aluvião com valores de profundidade média de 11,41 m, nível estático médio de 2,95 m e vazão média 50,57 m³/h para rebaixamento da ordem de 2 m. A água é de boa qualidade apresentando valor médio de condutividade elétrica  de 939,86µS/cm. Foi elaborado o Modelo Digital do Terreno (MDT), mapa de fluxo e bloco diagrama, discretizando as litologias encontradas. O valor médio obtido na análise dos testes de bombeamento para a transmissividade foi T= 3,85x10-2 m²/s. O volume total da aluvião de 1,5 x 109 m3, sendo 67% constituído de material arenoso, é um indicador da potencialidade promissora do aqüífero. Entretanto, esta potencialidade é relativa à área de estudo que é caracterizada por escassez de água, fazendo-se necessário administrar a explotação deste recurso hídrico de forma a garantir sua sustentabilidade.

Publicado
2019-03-21
Seção
Artigos