e-Science Semântica: integração dos dados na comunicação científica

Elizabete Cristina de Souza de Aguiar Monteiro, Ricardo Cesar Gonçalves Sant'Ana, José Eduardo Santarem Segundo

Resumo


Nos paradigmas da ciência, as ciências experimentais, teóricas e computacionais estão sendo afetadas pelo grande quantidade de dados coletados ou simulados e emergi um novo paradigma, o paradigma do uso intensivo de dados, denominado por pesquisadores de e-Science, ou quarto paradigma da ciência. Dessa forma, tornar esse quarto paradigma em semântico, em que os dados e a literatura científica estejam integrados, lincados, disponíveis e interoperáveis, é um desafio.  Novas ferramentas e linguagens são necessárias e projetos para tornar isso possível estão sendo apresentados. Sendo assim, o artigo teve como objetivo a caracterização de 3 sitios, Molecular BioSystems, Solar-Terrestre Virtual e revista Nature que têm melhorias semânticas e uso de ontologias em suas páginas, verificando a correlação entre a Web semântica e e-Science. A metodologia utilizada consistiu no levantamento bibliográfico e revisão de literatura para discussão do tema, uso do método descritivo para descrever as características semânticas dos portais, além do método comparativo. Verificamos que a aplicação da web semântica em portais com características da e-science melhora consideravelmente a recuperação e, consequentemente a reutilização de dados primários de pesquisa.

Palavras-chave


e-Science; e-Science semântica; Web semântica; Integração de dados.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.32810/2525-3468.ip.v1i1.2016.2942

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Revista filiada a:

  Crossref Member Badge

 

Indexadores e diretórios: