CONSIDERAÇÕES SOBRE AUTORIA E CRIAÇÃO NO CINEMA

  • Laécio Ricardo de Aquino Rodrigues Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Palavras-chave: autoria, política dos autores, estruturalismo, sociologia da arte.

Resumo

O ensaio revisa parte do complexo debate sobre autoria no cinema. Num primeiro momento, recapitula a “política dos autores” francesa, proposta pela geração dos “jovens tur-cos” que esteve à frente da revista “Cahiers du Cinéma” entre os anos de 1950/1960; posteri-ormente, retoma a demolidora crítica estruturalista desta concepção, metaforizada nas polêmi-cas expressões “morte do autor” e “morte do homem”, formuladas por Roland Barthes e Mi-chel Foucault, respectivamente. Em seguida, inspirado na “sociologia do gênio”, do alemão Norbert Elias, o artigo propõe novas considerações sobre a dinâmica criativa nesta arte, men-surando, sobretudo, as implicações da relação indivíduo e sociedade neste processo.

Biografia do Autor

Laécio Ricardo de Aquino Rodrigues, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Doutorando em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas e professor do Bacharelado em Cinema da UFPE.
Publicado
2013-04-07
Como Citar
Rodrigues, L. R. de A. (2013). CONSIDERAÇÕES SOBRE AUTORIA E CRIAÇÃO NO CINEMA. Passagens, 4(1). Recuperado de http://www.periodicos.ufc.br/passagens/article/view/1139
Seção
Artigos