MOBILIDADE HUMANA E SUBJETIVIDADE: Por uma psicologia da deriva

  • Gislene Maia de Macêdo Universidade Federal do Ceará
  • Nila Mara Cunha Carvalho Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Mobilidade Humana, Deriva, Audiovisual

Resumo

O estudo preliminar aqui relatado é uma das ações do projeto de extensão A Estrada de Quem Vê Passar: Subjetividades em trânsito, embrião de documentário etnográfico sobre mobilidade humana e subjetividade na região Norte do estado do Ceará. Integra uma das ações do Laboratório de Identidade, Cultura e Subjetividade, Laicus (UFC/Sobral)1 contribuindo para a expansão das atividades acadêmicas do curso de Psicologia, sobretudo nas áreas de Psicologia Social e Antropologia, como forma de integrar ensino, pesquisa e extensão. Utiliza de métodos relacionados a recursos áudio visuais com linguagens, narrativas e saberes amplos, implicando, além da psicologia social, a antropologia visual, geografia humana, sociologia, urbanismo e políticas públicas de mobilidade.

Biografia do Autor

Gislene Maia de Macêdo, Universidade Federal do Ceará
Doutora em Psicologia (Instituto de Psicologia/USP)Professora Adjunta da Universidade Federal do Ceará
Nila Mara Cunha Carvalho, Universidade Federal do Ceará
Estudante de Psicologia da UFC
Publicado
2012-07-15
Como Citar
Maia de Macêdo, G., & Cunha Carvalho, N. M. (2012). MOBILIDADE HUMANA E SUBJETIVIDADE: Por uma psicologia da deriva. Passagens, 3(1). Recuperado de http://www.periodicos.ufc.br/passagens/article/view/1143
Seção
Artigos