Biblioteca e memória: interlocuções com a comunidade

Autores

  • Ana Pricila Celedonio da Silva Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.32810/2525-3468.ip.v3i2.2018.39517.135-136

Palavras-chave:

Biblioteca Comunitária. Biblioteca e Memória. Mediação e Memória.

Resumo

Visa apresentar a perspectiva da biblioteca comunitária como mediadora e difusora da memória coletiva da comunidade. Nesse sentido, apresenta como estudo empírico as bibliotecas comunitárias Criança Feliz e Sorriso da Criança, localizadas na cidade de Fortaleza, Ceará. O objetivo norteador da pesquisa foi averiguar de que maneira essas bibliotecas têm atuado como espaços promotores da memória coletiva e se são reconhecidos dessa forma pelos moradores dos espaços onde estão localizadas. Consoante a este objetivo, foram realizadas investigações acerca das principais características das comunidades, bem como sobre as atividades desenvolvidas pelas bibliotecas e seus acervos, buscando averiguar se estes remetem para uma atuação voltada à difusão da memória e cultura local. Ademais, buscou-se identificar como ocorre a relação entre biblioteca e comunidade, e a forma como as ações daquela reverberam no imaginário dos moradores destes locais. Configurando-se como uma pesquisa de cunho qualitativo, exploratório e bibliográfico, são discutidos temas relacionados à memória, comunidade e biblioteca, observando-se em cada um deles seus aspectos conceituais, teóricos, históricos e contemporâneos, articulando junto a estes, discussões acerca da cultura, identidade, cotidiano, pertencimento, dentre outros. Apoiados pelos pressupostos metodológicos da etnografia e da técnica da história oral, a pesquisa se caracteriza como um empreendimento de imersão e interpretação do lócus em que se inserem as bibliotecas supracitadas, de modo a contemplá-las sob a perspectiva da biblioteca comunitária, atuando como interlocutora de memórias coletivas.  Para tanto, utilizou-se como recursos metodológicos a observação participante, entrevistas focalizadas com os gestores e a realização de oficinas discursivas com os moradores adultos e idosos. A partir deste estudo, foi possível identificar o papel cultural e memorial desses espaços, evidenciados de modo especial por meio de duas ações, o projeto Tecendo Memórias, realizado pela Biblioteca Comunitária Sorriso da Criança, e o projeto Histórias e Quintais, organizado em parceria com a Biblioteca Comunitária Criança Feliz. Tais projetos, evidenciaram o caráter dialógico e plural possibilitado na atuação da biblioteca comunitária como mediadora das memórias, identidades e saberes do cotidiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Pricila Celedonio da Silva, Universidade Federal do Ceará

Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Ceará. Bibliotecária pela Universidade Federal do Ceará.

Downloads

Publicado

2018-12-30

Como Citar

SILVA, Ana Pricila Celedonio da. Biblioteca e memória: interlocuções com a comunidade. Informação em Pauta, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 135–136, 2018. DOI: 10.32810/2525-3468.ip.v3i2.2018.39517.135-136. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/39517. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Resumos de Dissertações e Teses